domingo, fevereiro 15, 2015

Alterações da urina na gravidez - risco de infeções urinárias na grávida

Alterações da urina na gravidez - risco de infeções urinárias na grávida

Na gravidez a mulher sofre muitas transformações no seu corpo, o que pode se revelar como um desconforto e dificuldade em se sentir bem com na sua nova fase da vida. Com as transformações que ocorrem nalguns processos fisiológicos, a grávida, tem maiores riscos, como risco de diabetes, risco de infecções urinarias, ricos de infecções vulvovaginais, infecções respiratórias, alterações digestivas, circulatórias, posturais, entre outras.

As alterações na urina revestem-se de grande importância pois aumenta o risco de infecções e é através da urina que conseguimos detetar quadros de eclampsia. A produção de urina é feita ao nível do rim, é o resultado da filtração do sangue, que este órgão faz, ao eliminar grandes quantidade de água e sais minerais o rim é o principal contribuidor para o controlo da tensão arterial. Durante a gravidez a tensa arterial da mulher deve ser baixa (até 120/ 70 mmHg), o que revela menos riscos para o bebê é a mãe.

As alterações na urina durante a gravidez

Com o desenvolvimento da gravidez ocorre um aumento dos valores hormonais o que vai desencadear transformações, ao nível dos órgãos, a grávida apresenta maior afluência de sangue na bacia, o que vai levar a uma maior relaxamentos muscular e tendinoso, causando uma dilatação da uretra (pode ser acompanhada de incontinência ligeira), a urina mais doce e com o crescimento do útero e maior produção do rim tem maior vontade de urinar (sinal de gravidez). As alterações urinárias que ocorrem na gravidez são:
  • os rins produzem mais urina
  • urina mais doce
  • a grávida urina mais vezes
  • o calibre da uretra aumenta ligeiramente
  • a grávida pode apresentar perdas urinarias (incontinência ligeira quando ri, espirra ou tosse)
  • urina fica mais ácida 


Devido às alterações urinarias que a grávida sofre e ao fato de a distância entre a bexiga e o exterior ser pequeno (em média é de 7 cm) a grávida tem maior risco de sofrer infecções urinarias. A grávida deve estar alerta aos sintomas das infecções urinarias devendo recorrer ao seu médico sempre que notar os seguintes sintomas:
  • dor a urinar
  • ardor a urinar
  • urinar aos pinguinhos e muitas vezes
  • urina com mau cheiro
  • sangue na urina
  • febre
  • arrepios
  • dor ao fundo das costas e no baixo ventre
  • mal-estar

A prevenção das infecções urinárias na gravidez

Para prevenir a ocorrência de infecções urinarias a mulher deve beber 1,5 a 2 litros de água por dia, fazer a higiene intima todos os dias ou sempre que tenha relações sexuais, usar loções de pH neutro na higiene intima, usar roupa interior de algodão, mudar mais vezes o absorvente, evitar as relações com penetração anal alternada com vaginal e não aperte a vontade de urinar.

A cor da urina na gravidez

A urina na gravidez deve ter uma cor amarela clara ou mesmo ser incolor, é sinal que a grávida está bebendo água em quantidade suficiente.

Fontes bibliograficas
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.