sexta-feira, abril 03, 2015

Líquen escleroso atrófico ou líquen escleroatrófico

Líquen escleroso atrófico ou líquen escleroatrófico

O líquen escleroso atrófico ou líquen escleroatrófico é uma doença dermatológica de causa desconhecida que atinge mais as mulheres, especialmente na menopausa, podendo também atingir homens adultos ou mesmo crianças.

O líquen escleroso não é contagioso e caracteriza-se pelo surgimento de lesões esbranquiçadas na região genital e anal (mais comuns), pescoço, ombros e tronco.

Sintomas de líquen escleroso atrófico

Os sintomas mais comuns do líquen escleroso atrófico são: manchas brancas, pele mais fina, fissuras na pele (fissuras nos lábios vaginais), descamação da pele, coceira da pele, dor ao urinar e dor durante as relações sexuais.

Tratamento de líquen escleroso atrófico

O tratamento do líquen escleroso atrófico deve ser orientado pelo seu ginecologista, que diagnostica este tipo de problema dermatológico através da avaliação da pele e dos sintomas, podendo fazer uma vulvoscopia par confirmar.
O tratamento não tem cura, embora possa ser controlado com aplicação de pomadas corticoides. Os medicamentos anti histamínicos e loções de higiene intima podem diminuir a coceira e desconforto genital (coceira na vulva).

Durante o tratamento a mulher deve efetuar a sua higiene intima antes de aplicar as pomadas com sabonete de pH neutro, deve evitar a roupa sintética e apertada, mudar frequentemente de absorvente e evitar coçar as lesões. (Higiene intima, como a mulher deve fazer a sua higiene intima?)

Fontes bibliográficas
dermatologia.net
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.