segunda-feira, agosto 10, 2015

Livial® (2,5 mg tibolona)

Livial® (2,5 mg tibolona)

O medicamento livial® é uma terapêutica hormonal de substituição (THS), que contém 2,5 mg de tibolona, e está indicado no alivio dos sintomas associados à menopausa (sintomas da menopausa) e prevenção da osteoporose (osteoporose após a menopausa). O medicamento livial® consegue aliviar as reações que a mulher sente pela menor produção hormonal, de estrogénios.

Como tomar o livial®

O livial® deve ser tomado oralmente com um pouco de liquido, 1 comprimido por dia, à mesma hora. Deve tomar o comprimido correspondente ao dia da semana, veja no verso da cartela, para evitar os esquecimentos.

Riscos de livial®

Como todas as THS, livial® tem alguns riscos, os estudos revelam que a mulher que faz a THS tem mais risco de sofrer de cancro da mama, cancro no ovário, coágulos de sangue, doença cardíaca e AVC.

Efeitos secundários possíveis de livial®

Como todos os medicamentos livial® pode provocar alguns efeitos adversos tais como: sangramento vaginal, dor de barriga, aumento de peso, dor nas mamas, crescimento dos pelos, corrimento vaginal, irritação e coceira vaginal, acne, tonturas, dor de cabeça, enxaquecas, depressão, nauseas, vomitos, diarreia, coceira na pele, dor nas articulações e retenção de líquidos.

Outros medicamentos e livial®

Alguns medicamentos podem influenciar a ação do livial®, tais como: varfarina, fenobarbital, fenitoina, carbamazepina, rifampicina e erva de S. João (Hypericum perforatum).

Fontes bibliográficas
euroclinix.com.pt

Atenção: não use livial® sem indicação e acompanhamento de seu médico, livial® não é um contracetivo. Se a sua última menstruação tiver sido há menos de 12 meses ou tiver menos de 50 anos, deverá usar um método contracetivo para prevenir uma gravidez, fale com seu médico.
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.