6 de abril de 2017

Novidades sobre risco de câncer (tumor) e os anticoncepcionais (contraceptivos) orais




Recentemente foi publicado um estudo cientifico realizado na Universidade de Aberdeen, na Escócia, onde durante 44 anos foi analisado o desenvolvimento de cânceres num grupo de mulheres utilizadoras dos anticoncepcionais (contraceptivos) orais. Descubra as mais recentes novidades...

Novidades sobre risco de câncer (tumor) e os anticoncepcionais (contraceptivos) orais

As conclusões não podiam ser mais animadoras, revelando que os anticoncepcionais (contraceptivos) orais têm um papel preventivo nalguns tipos de câncer, mesmo depois da mulher o interromper. Outra conclusão é que os anticoncepcionais (contraceptivos) orais estão associados ao aumento do risco de outros tipos de câncer, como o da mama e o cervical.
Novidades sobre risco de câncer (tumor) e os anticoncepcionais (contraceptivos) orais

O estudo que vos dou a conhecer conseguir mostrar que os anticoncepcionais (contraceptivos) orais têm acção preventiva nos cânceres do colorretal, do ovário e do endométrio, mesmo 30 anos depois de ter interrompido o uso dos anticoncepcionais (contraceptivos) orais. Fantástico!!!!

Por outro lado o estudo associa o uso dos anticoncepcionais (contraceptivos) orais a maior risco de câncer de mama e cervical. A boa noticia neste caso é que também mostra que, após interromper, 5 anos depois a mulher deixa de ter este risco acrescido.

Devo ainda alertar que estes estudos são efectuados à muito tempo e que estes riscos que falo são muito baixos, pois se fossem grandes ocorrências, os anticoncepcionais (contraceptivos) orais eram retirados do mercado.

Confira a conclusão do estudo e a ligação:
Novidades sobre risco de câncer (tumor) e os anticoncepcionais (contraceptivos) orais

As mulheres que usam os anticoncepcionais (contraceptivos) orais podem ficar tranquilas e manter o seu uso, como referem os autores do estudo.

Confira o estudo completo em:
Lifetime cancer risk and combined oral contraceptives: the Royal College of General Practitioners’ Oral Contraception Study, Lisa Iversen, PhD, Selvaraj Sivasubramaniam, MSc, Amanda J. Lee, PhD, Shona Fielding, PhD, Philip C. Hannaford, MD

18 comentários:

  1. Olá, o Antigrippine Trieffect interfere com a eficácia da pilula aranka?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, nao interfere, pode ficar descansada, as melhoras, ando por aqui... :)

      Eliminar
  2. Oi! Tomo Diclin, emendei uma cartela com a outra esse mês,porem hoje (quinta) o primeiro comprimido da cartela emendada atrasei 6 horas pra tomar, mesmo assim continuo protegida? ou é melhor eu me previnir com outro metodo ja que pretendo ter relaçoes no sabado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, sim continua pode ficar tranquila, ando por aqui... :)

      Eliminar
  3. Posso mesmo estar descansada? Ter relações sem preservativo com o meu namorado sem preocupações?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, sim pode que o antigrippine nao corta o efeito, ando por aqui... :)

      Eliminar
  4. Dr faz 6 meses que tomo o anticoncepcional repopil e no 15 comprimido da sexta cartela Tive r****** com e****** dentro. Fiquei encanada e tomei 1 Diad e continuei com o repopil era pra ter tomado a segunda diad 12 horas depois Mas eu não tomei e mantive o repopil. Tem algum risco?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, nao tem, pois estava protegida, mantenha a repopil, ando por aqui... :)

      Eliminar
  5. Olá, então eu tava tomando ciclo 21 por 7 meses aí parei ,voltei a tomar agora ,tem 13 dias que tomo ..as vezes atraso uma hora fora do horário...Mais enfim
    Queria saber se já estou protegida ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, sim está, os atrasos de 1 hora não alteram a proteção, mantenha, ando por aqui... :)

      Eliminar
  6. Olá.
    Eu tomava ciclo 21. E troquei pela drospirenona+etinilestradiol.
    Mais acho que comecei errado.
    Pois tomei o primeiro comprimido no quinto dia de pausa após acabar o ciclo...
    O que devo fazer.?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, deve manter, seguindo as indicações de seu médico, ando por aqui... :)

      Eliminar
  7. Olá dr, tomo anticoncepcional há uns 8 anos. Fico preocupada em tomar hormônios por ter casos de câncer de mama e útero na família mas minha médica disse que fazendo exames todo ano para acompanhar não tem problema. Qual a sua opinião? O senhor acha vantagem escolher um anticoncepcional com hormônios mais naturais como o stezza ou qlaira ou neste caso não tem muita diferença em relação a aumentar a chance de desenvolver câncer?
    Obrigada pela atenção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, teoricamente, por serem mais naturais, devem ter menos riscos para a mulher, embora sejam demasiado novos no mercado... deve seguir as indicações de sua médica e confiar nela... confira no post... ando por aqui... :)

      Eliminar
    2. Obrigada, dr!
      Só mais uma coisa, o senhor acha que tem diferença tomar uma dose de 0,03 mg de etinilestradiol ou de 0,02 mg nessa questão do câncer? Que teoricamente um anticoncepcional com 0,02 mg de etinilestradiol traria menos risco do que eu com 0,03 mg?

      Eliminar
    3. Olá, teoricamente tem menos riscos, pela dosagem inferior, ando por aqui... fale com seu médico... :)

      Eliminar
    4. Muito obrigada, dr! Vou falar sim.

      Eliminar
    5. Ok, 😊 se precisar ando por aqui... :)

      Eliminar

Obrigado por colocar o seu comentário... não revele nenhum dado ou informação confidencial no seu preenchimento.