26 de agosto de 2017

A qualidade da água da rede publica, os filtros e os problemas renais



No passado sábado recebi um telefonema da empresa Acquapura® (marca comercial presente em muitos países), uma empresa que comercializa filtros e termos de água... a operadora, que ligou com um numero do concelho de Estarreja - 234 098 876, começou por se apresentar pedindo algumas informações sobre o nosso consumo de água em casa para um suposto estudo.
Alerta: Águas do Planalto suspeitas de causar problemas renais

Fui respondendo a algumas questões (número de coabitantes, tipo de água que consumimos, entre outras)... no final destas perguntas quis saber se alguém cá em casa estava doente, se sofria de problemas de fígado ou rim... e até rematou dizendo que a água da companhia (água que consumimos), estava cheia de problemas, com químicos, sedimentos e que era fonte de problemas renais e hepáticos (fígado). Depois destes diagnósticos perguntou quando é que o técnico podia passar para fazer uma avaliação da qualidade da água que chegava cá a casa. 

Acabei rejeitando dizendo:
    • "Não estou interessado, é que por coincidência eu sou o responsável do gabinete que controla a qualidade da água, na empresa de águas que fornece está região.
Alerta: Águas do Planalto suspeitas de causar problemas renais

A operadora começou a gaguejar e desligou o telefone. Depois desta chamada fiquei com alguma curiosidade e foi saber como era feito o controlo da água na minha região. Que na comunicação social tem aparecido como a água com maior qualidade, mas também a mais cara do país.

Eis o que descobri na sua página online da empresa privada Águas do Planalto (pode consultar aqui):
  • A empresa é obrigada a fazer e publicar relatórios sobre a qualidade da água avaliando parâmetros microbiológicos e físico-químicos (pode consultar relatórios aqui), que são bastante pormenorizados.
Alerta: Águas do Planalto suspeitas de causar problemas renais

Este controlo é garantido pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), que fiscaliza o cumprimento da legislação.

Mas mesmo assim serão precisos estes filtros?

De acordo com a DECO (Defesa do Consumidor em Portugal) são inúteis, bastante caros, chegam a custar mais de 2.000 euros e podem até ser fonte de contaminação por bactérias confira os posts:
Alerta: Águas do Planalto suspeitas de causar problemas renais

Agora que já tem mais informação sobre este tema se lembre que a água da rede publica é a melhor opção para nosso consumo. Obrigado por ler, partilhar e claro por comentar este post... 😊

Descubra alguns posts relacionados

0 Comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... não revele nenhum dado ou informação confidencial no seu preenchimento.