terça-feira, março 05, 2013

Descolamento da placenta

Descolamento da placenta

A placenta é um órgão que se forma com o embrião e é vital na alimentação e respiração do feto. Permite que haja trocas gasosas (oxigénio), de nutrientes, de dióxido de carbono e de resíduos entre a grávida e o feto. A placenta está fixa à parede à parede do útero e pode se descolar. O descolamento da placenta pode surgir devido à tensão arterial alta, história de descolamento numa gravidez anterior, tabagismo ou outras drogas, em situações de traumatismo como quedas e acidentes de viação.

O descolamento da placenta pode acontecer em qualquer idade gestacional, sendo mais comum na segunda metade da gravidez. Os sinais de descolamento são dores intensas na barriga e hemorragias. É uma situação que requer vigilância médica e repouso absoluto.

O descolamento da placenta pode originar distúrbios na coagulação, insuficiência renal, anemia e, em casos raros, morte do feto.

A grávida deverá controlar a sua tensão arterial, repousar, fazer seguimento da gravidez, ter uma dieta variada, evitar tabaco, vigiar o aspecto do corrimento, evitar as bebidas alcoólicas e outras drogas. carlosedgar.com

Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.