-->



Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page

A eficácia da pílula

A pílula hormonal é um anticoncepcional com hormonas que garante uma protecção de 99% contra uma gravidez indesejada. Esta proteção obtêm-se através do índice de Pearl, um índice que nos revela o numero de casos de gravidez em mulheres férteis que fazem a pílula durante 1 ano. Índice de Pearl da pílula hormonal (0,1 é 1,0 gravidez por cada 100 mulheres).

Eficácia da pílula


A pílula hormonal, através da libertação de hormonas, impede a ovulação, evita que o útero tenha condições para acolher o ovo ou entrada dos espermatozoides e dificulta a progressão dos espermatozoides até ao óvulo.


Para ser eficaz a mulher terá que tomar a pílula todos os dias, sensivelmente à mesma hora, sem atrasos superiores a 12 horas, não ocorrem vómitos ou diarreias nas 4 horas seguintes à toma e não tomar medicamentos que interfiram com a pílula.
Eficácia da pílula

Existem dois tipos de pílula, pílula de toma continua (deve-se tomar 1 comprimido por dia sensivelmente à mesma hora) e as pílulas com pausa entre as carteiras, cartelas ou blisters (a pausa pode ser de 2, 4, 5, 6 ou 7 dias - algumas pílulas usam comprimidos placebo, normalmente brancos feitos de amido).

Quando a pílula não é eficaz

A pílula deixa de ser eficaz quando a mulher tem atrasos ou esquecimentos de mais de 12 horas, tem diarreia ou vómitos 4 horas após a toma ou faz medicamentos que interferem com a pílula.

A eficácia da pílula com diarreia

Se a mulher tiver diarreia até 4 horas após a toma da pílula, esta perde eficácia.

A eficácia da pílula com vómitos 

Se a mulher tiver vómitos até 4 horas após a toma da pílula, esta perde eficácia.
Eficácia da pílula

A eficácia da pílula com antibióticos e outros medicamentos

A eficácia da pílula pode ficar comprometida se tomar alguns destes medicamentos: doxiciclina, cefodizima, cefuroxima (antibióticos), hipericão (antidepressivos), modafinil (sono), ciclosporina, fenobarbital, carbamazepina, fenitoína (antiepilépticos), griseofulvina, anastrozol (tumores), topiramato, amoxicilina e ampicilina (penicilinas). Retirado de: Pílula contracetiva interações com outros medicamentos

A eficácia da pílula durante a pausa

Nas pílulas com pausas entre as cartelas ou carteiras a pílula continua ser eficaz desde que a mulher tenha tomado a pílula certinha, normalmente durante a pausa a mulher terá a menstruação.

A eficácia da pílula durante o período fértil

A mulher que toma a pílula não tem período fértil, pois não ocorre ovulação. A pílula não deixa que ocorra ovulação, por isso não há período fértil.
Calendário mensal da pílula
Calendário mensal da pílula
Fontes bibliográficas
infarmed.pt