23 de junho de 2018


A minigeste® é uma pílula indicada na prevenção da gravidez indesejada, tendo cada cartela de minigeste® 21 comprimidos ativos, com a seguinte composição hormonal:
  • 0,02 mg etinilestradiol
  • 0,075 mg gestodeno

A mulher que usa a pílula minigeste® vai estar protegida se a usar como é recomendado, usar um comprimido por dia, sensivelmente à mesma hora, durante 21 dias, após os quais deve fazer pausa de 7 dias, durante a qual vai descer a sua menstruação.

A pílula minigeste® pode ver sua acção diminuída, se atrasar mais de 12 horas a toma, em relação à hora de toma do dia anterior, se esquecer algum comprimido, se usar alguns medicamentos (carbamazepina, griseofulvina, oxcarbazepina, etosuximida, fenobarbital, fenitoina, primidona, lamotrigine, rifampicina, ritonavir, hipericão e topiramato (doses diárias maiores de 200 mg)) ou se tiver vómitos ou diarreia nas 4 horas seguintes à toma do comprimido. Diarreia? Interfere?
A diarreia e pílula minigeste®


A diarreia, fezes líquidas, podem realmente interferir com a acção da pílula minigeste® se ocorrerem nas 4 horas seguintes à toma do seu comprimido. Mas apesar deste risco se fizer um novo comprimido de minigeste®, de uma carteira suplente, vai continuar protegida, como neste exemplo:
  • tomou o comprimido às 20 horas, teve diarreia (fezes líquidas) às 22 horas, tem até as 8 horas do dia seguinte para repor o comprimido que pode ter perdido o efeito (janela das 12 horas que temos falado nos atrasos). Espero ter ajudado com mais este post... obrigado... 😊

Conclusão: a diarreia corta o efeito da pílula minigeste®? Sim pode cortar, mas apenas se ocorrer nas 4 horas seguintes à toma do comprimido.

Descubra alguns posts relacionados

A diarreia e pílula minigeste®

21 de junho de 2018


Noutro dia me perguntavam em que situações a mulher deveria parar de usar a sua pílula... neste post vou falar nas paragens da pílula, revelando quando e como deve fazer... não deixe de ler...

Para estarmos protegidos da gravidez devemos usar a pílula anticoncepcional como é recomendado, seguindo a toma diária de um comprimido, com o esquema indicado pelo médico ou inscrito na cartela... se usar desta forma e excluir os vômitos, diarreias, atrasos, esquecimentos e uso de alguns medicamentos as chances de gravidez são inexistentes.
Paragem da pílula anticoncepcional

Pode então conferir que ao usar, deste jeito, a protecção da pílula é contínua estendendo-se para o período de pausa entre as cartelas, mas é será que se esquecermos, atrasarmos, usar outros medicamentos, medo de estar grávida, notarmos efeitos secundários, usarmos a pílula do dia seguinte, ou pela menstruação não descer, vamos continuar protegidos? Devemos parar a pílula anticoncepcional?


Todos estes motivos que revelei são as principais causas que as mulheres que visitam o blog apontam para parar a sua pílula, mas em nenhuma destas situações deve interromper... a interrupção deve ser evitada para não ter maiores riscos de gravidez...

Paragem da pílula anticoncepcional por esquecer ou atrasar

Se atrasou, mais de 12 horas a toma do comprimido em relação à hora de toma do dia anterior, ou esqueceu a sua pílula anticoncepcional vai ter riscos de gravidez. Apesar de atrasar, mais de 12 horas, ou esquecer deve manter a sua pílula anticoncepcional e se proteger nos 7 dias seguintes... para repor a protecção precisa de fazer 7 dias seguidos de pílula anticoncepcional.
Paragem da pílula anticoncepcional

A pílula pode sofrer a interferência de muitos medicamentos, mas somente um número reduzido pode cortar o seu efeito, medicamentos como a carbamazepina, griseofulvina, oxcarbazepina, etosuximida, fenobarbital, fenitoina, primidona, lamotrigine, rifampicina, ritonavir, hipericão e topiramato (doses diárias maiores de 200 mg) podem cortar o efeito. Se está usando algum destes medicamentos deve manter a sua pílula anticoncepcional, usando um método barreira, durante o tratamento e até 7 a 28 dias após terminar o tratamento.

Paragem da pílula anticoncepcional por medo de estar grávida

Se desconfia que está grávida deve manter a sua pílula anticoncepcional e fazer um teste de gravidez, somente após um teste de gravidez positivo deve parar e procurar seu médico. Como tem chances de não estar grávida deve manter a pílula até confirmar parar continuar ou ficar protegida mais rápido.
Paragem da pílula anticoncepcional


Como todos os medicamentos a pílula anticoncepcional pode causar alguns efeitos secundários, o seu aparecimento, apesar de raro, revela que a pílula está atuando no seu corpo, logo protegendo-a. Não tem por isso motivos para interromper especialmente se estiver na fase inicial de tratamento, período em que seu corpo pode precisar de tempo para se adaptar e durante o qual é mais fácil notar esses efeitos. Fale sempre com seu médico... 


Se usou a pílula do dia seguinte para evitar riscos de gravidez, por falha da sua pílula anticoncepcional, também a deve manter, pois a pílula do dia seguinte não corta o efeito da pílula anticoncepcional e mantendo vai continuar o ficar mais rapidamente protegida.
Paragem da pílula anticoncepcional

Paragem da pílula anticoncepcional pela menstruação não descer

A acção da pílula anticoncepcional na nossa menstruação pode levar a que a menstruação regule, fique mais escura, com menor fluxo, menos dias ou mesmo ausente. Se a sua menstruação não apareceu na pausa entre as cartelas e usou a pílula sem falhas, deve manter o seu uso para continuar protegida.

Conclusão: paragem da pílula anticoncepcional? Sim, apenas quando seu médico indicar.

Descubra alguns posts relacionados

Paragem da pílula anticoncepcional

20 de junho de 2018


Usou a pílula do dia seguinte? Está na dúvida se fez efeito? Neste post vou revelar como pode confirmar se fez efeito e se pode alterar seu ciclo menstrual... não pode deixar de ler...
A pílula do dia seguinte atrasa menstruação?

Como temos falado a pílula do dia seguinte é uma solução de recurso quando nosso contraceptivo habitual falha... por exemplo quando esquecemos a pílula, o preservativo rompe... para a pílula do dia seguinte nos conferir protecção contra a gravidez deve ser usada depois da relação, até 72 a 120 horas após, sendo sugerido que a mulher a faça nas primeiras 24 horas após a relação, pois sua protecção, quando usada nesse período, é maior... confira como deve tomar, neste vídeo:

Os efeitos da pílula do dia seguinte

A pílula do dia seguinte pode realmente causar alguns efeito no seu corpo, não sendo prova que a pílula do dia seguinte a protegeu, ou seja, não precisa de notar efeitos para ter a certeza que a pílula do dia seguinte atuou, basta que a use no período definido, preferencialmente nas 24 horas seguintes à relação, não tenha vómitos ou diarreia nas 4 horas seguintes à toma da pílula do dia seguinte ou esteja a usar alguns medicamentos como:

Excluindo estas situações a eficácia da pílula do dia seguinte é bem grande, mas não sendo necessário notar efeitos secundários, eles podem surgir, descubra-os:
  • náuseas
  • hemorragias irregulares
  • dor na região inferior do abdómen
  • cansaço
  • dores de cabeça
  • vômitos
  • dor nos seios
  • diarreia
  • tonturas
  • menstruações alteradas

Sim, como pode conferir a menstruação alterada pode ser um dos efeitos possíveis, embora só aconteça num número muito baixo das mulheres que usa a pílula do dia seguinte. Se lembre que a pílula do dia seguinte é uma solução de recurso, devendo sempre preferir o uso de um anticoncepcional regular que deve manter mesmo que use a pílula do dia seguinte... obrigado por continuar lendo os posts...

Conclusão: a pílula do dia seguinte atrasa menstruação? Sim pode notar alterações apesar de muitos estudos clínicos não encontrarem essa relação.

Descubra alguns posts relacionados

A pílula do dia seguinte atrasa menstruação?