terça-feira, abril 29, 2014

Cancro da mama

Cancro da mama

Quais são os sinais de alerta do cancro da mama?

A mama deve ser observada regularmente para detetar alguma alteração suspeita, tal como: presença de caroço ou inchaço na mama, inflamação que não passa, corrimento sanguíneo e espessamento ou saliência na mama.

Como posso prevenir o cancro da mama?

Pode prevenir o cancro da mama com a vigilância mensal, palpação da mama, e com o rastreio radiológico, mamografia ou ecografia mamária.

Como devo fazer a palpação da mama?

A palpação da mama deve ser feita todos os meses, uma semana após a menstruação, ou no início do mês na mulher na menopausa. Observe as duas mamas, em frente ao espelho, com os braços levantados e com eles atrás das costas. Divida as mamas em partes iguais e palpe-as em pé e deitada.

Onde posso fazer o rastreio do cancro da mama?

O rastreio do cancro da mama pode ser feito nas unidades móveis ou através do médico de família. O rastreio está indicado para as mulheres entre os 45 e os 69 anos e deve ser feito de 2 em 2 anos, se não houver fatores de risco.

Coloquei um implante mamário posso fazer mamografias?

Não, a mulher com implantes mamários não pode fazer mamografias, a opção é fazer ecografias mamárias. Outras situações que não podem realizar mamografias: mulheres mastectomizadas, com próteses mamárias, grávidas, mulheres a amamentar, mulheres com a mama inflamada ou ulcerada.

Será que a minha mamografia está normal?

Para a mamografia estar normal deve obter o seguinte resultado: R0, R1 ou R2. Este sistema de classificação denomina-se sistema BI-RADS, que se traduz por uma classificação de R0 a R5, correspondendo R0, R1 e R2 a uma mama sem alterações significativas (R0 a R2 - repetição do rastreio após 2 anos) um resultado de R3 revela alterações duvidosas, R4 revela malignidade provável e R5 revela malignidade evidente (R3, R4 e R5 requerem uma avaliação complementar e encaminhamento hospitalar).

Fiz uma mamografia no carro, como posso saber o resultado?

Se não foi convocada o resultado está normal, no entanto pode recorrer ao seu médico de família, 4 semanas depois do exame, para saber. O seu médico de família recebe uma lista com todas as mulheres que fizeram o rastreio e o respetivo resultado.

O meu mamilo deitou um corrimento tipo leite, é grave?

O corrimento do mamilo é um sintoma frequente. A maioria das vezes não está relacionado com a presença de cancro. O corrimento leitoso ou galactorreia é uma alteração relacionada com estímulos e alterações hormonais, normalmente causado pelo aumento dos níveis de prolactina, hormona responsável pela produção de leite. Não deve estimular a mama.

Outros tipos de corrimento: 
  • Corrimento vermelho ou acastanhado: causado pelo envelhecimento dos canais, pequenos tumores benignos (papilomas) ou tumor maligno, a mulher deve recorrer ao seu médico para efetuar estudos complementares (ecografia e mamografia).
  • Corrimento transparente ou translúcido (amarelo, verde, preto ou incolor): causado pelo envelhecimento dos canais é aconselhável referir este episódio ao médico. A mulher com corrimento nos mamilos deve falar com o seu médico.

Fontes bibliográficas
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.