quinta-feira, maio 08, 2014

Pés do diabético

Pés do diabético

A diabetes é uma doença crónica que se caracteriza pelo aumento dos valores de açúcar (glicemia). O aumento da glicemia pode originar, a longo prazo, complicações nomeadamente nos pés, algumas complicações: neuropatia, doença vascular, deformações e maior susceptibilidade a infecções.

Por estes motivos os pés dos diabéticos devem merecer cuidados especiais tais como: lave os pés diariamente com água morna e sabonete pH neutro (evite o sabão azul), seque os pés com toalha de algodão (seque bem entre os dedos), aplique vinagre de maçã ou cidra nas unhas e espaços entre os dedos (evita a proliferação de fungos), aplique creme hidratante, observe a planta do pé, lime as unhas e calosidades (não use corta-unhas ou alicate), use calçado sem salto, com biqueira arredondada, use meias de algodão brancas, evite andar descalça, aqueça os pés com roupa (evite as botijas de água quente), evite usar calicidas, em caso de feridas, calos ou unhas encravadas fale com o seu enfermeiro e família.

Como tratar os calos e calosidades

As calosidades ou calos são pequenas saliências redondas de pele morta e dura. As calosidades são provocadas pelo atrito ou pressão do calçado, deformações ósseas e artrite. Os calos e calosidades surgem nas plantas do pé, dedos, calcanhares e mãos.

Como tratar os calos e calosidades:
  • Elimine as fontes de pressão e atrito (calçado e meias);
  • Aplique pensos almofadados para calos para aliviar pressão;
  • Remova a pele do calo com lima de cartão, após o amolecer com água morna;
  • No caso de ser diabético ou sofrer alguma doença venosa fale com o seu médico ou enfermeiro de família;
  • Não faça estes tratamentos em casa ou em esteticistas/ calistas.

Fontes bibliográficas
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.