-->



Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
O teste rápido à urina que consiste, na identificação de alguns componentes anormais na urina sugestivos de doenças urinárias, é realizado quando há queixas ou alterações urinárias. A identificação é efetuada com recurso a uma tira teste que é molhada com urina.

A tira reage e identifica a presença, concentração ou quantidade de alguns componentes tais como: densidade, presença de proteínas, de sangue, de leucócitos, nitritos, glicose, entre outros.

Cor normal da urina
A urina normalmente tem uma coloração amarela clara (citrinosa), mas a sua cor depende da quantidade de líquidos que ingerimos, de esforço físico, de medicamentos, bebidas alcoólicas e outros fatores, se tivermos uma ingestão de água diária entre o 1,5 e 2 litros teremos uma urina mais límpida incolor, que é a cor ideal. Se tivermos a urina mais concentrada (amarela escura) teremos que beber mais água. Perante uma urina vermelha, castanha ou preta devemos recorrer aos serviços de saúde.

pH da urina
A urina é naturalmente ácida, pois o rim é o principal meio de eliminação dos ácidos do organismo. Enquanto que o pH do sangue está em torno de 7,4, o pH da urina varia entre 5,5 e 7,0. Valores maiores ou igual 7 podem indicar presença de bactérias que alcalinizam a urina. Valores menores que 5,5 podem indicar acidose no sangue ou doença nos túbulos renais.

Densidade da urina

A densidade da água pura é igual a 1000. Quanto mais próximo deste valor, mais diluída está a urina. Do mesmo modo, quanto mais afastado, mais concentrada ela está. Os valores normais variam de 1005 a 1035.

Células epiteliais e cilindros na urina

A presença de células epiteliais é normal, resultam da descamação das células do canal urinário. A presença de cilindros é mais preocupante, alguns tipos de cilindros: hemáticos (sangue) – glomerulonefrite, leucocitários - inflamação dos rins, epiteliais - indicam lesão dos túbulos, gordurosos – proteinúria (presença de proteínas na urina) e os hialinos – comuns na desidratação.

Cristais na urina

A presença de cristais na urina, principalmente de oxalato de cálcio, não tem nenhuma importância clínica. Alguns tipos de cristais: cistina, magnésio-amônio-fosfato (estruvita), tirosina, bilirrubina, colesterol, ácido úrico (em grandes quantidades devem ser valorizados) e oxalato de cálcio.

Nitritos na urina

A urina é rica em nitratos. A presença de bactérias na urina transforma esses nitratos em nitritos, uma urina com nitritos positivos é um sinal da presença de bactérias.

Urobilinogênio e bilirrubina na urina

Normalmente estão ausentes na urina, podem indicar doença hepática (fígado) ou hemólise (destruição anormal dos eritrócitos ou hemácias).

Cetonas ou corpos cetônicos na urina

Os corpos cetônicos são produtos da metabolização das gorduras. Normalmente não estão presentes na urina. A sua detecção pela tira pode indicar diabetes descompensado ou jejum prolongado.

Leucócitos ou piócitos na urina

Os leucócitos (piócitos) são os glóbulos brancos (células que nos defendem dos gérmenes), a presença de leucócitos na urina indicia um processo inflamatório – infeção.

Hemácias na urina ou sangue na urina

A quantidade de sangue na urina não consegue ser detetada pelas fitas de controlo, quando temos sangue na urina pode ser por variadas razões tais como: falso positivo, menstruação, infeções, pedras no rim ou outros problemas renais.

Proteínas na urina

A urina não deve ter proteínas.

Glicose da urina

A glicose é filtrada nos rins, a urina não tem glicose, os doentes com diabetes mellitus costumam apresentar glicose na urina.

Teste rápido de urina
Teste rápido de urina

Teste rápido de urina alterações na urina
Teste rápido de urina alterações na urina

Fontes bibliográficas
O que perguntamos sobre saude - carlos edgar
Saude 24 horas - carlos edgar
Sintomas de uma infeção urinária: urgência e necessidade frequente em urinar, urinar pouco de cada vez (umas pinguinhas), dor no baixo-ventre e sangue na urina.


Sinais de desidratação: sede, urina de cor intensa e com cheiro, língua seca e esbranquiçada, cansaço, dores de cabeça, perda de capacidade de concentração, agitação, atenção e memória.