-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
Hormona segregada pela hipófise que tem como principal função desencadear e manter a lactação.

Valores normais da prolatina:
  • mulher - > 20µg/l (20 ng/ml) 
  • homem - > 15µg/l (15 ng/ml)

A hiperprolactinemia caracteriza-se pelo excesso de produção da prolatina, e está presente em muitas situações de amenorreia (falta de menstruação) ou galactorreia (saída de leite pelos mamilos, sem que esteja grávida ou pós parto).

Outras situaçoes que em que a prolactina pode estar elevada: hipotireoidismo, stresse, herpes zoster, contraceptivos orais, alguns medicamentos (L-dopa, reserpina, fenotiazinas, antidepressivos tricíclicos, metoclopramida, cimetidina, ranitidina e alguns tranquilizantes), gravidez, amamentação, prolactinomas, tumores da hipófise, sarcoidose, tuberculose, aneurismas, cirrose, sucção mamilar ou estimulação das mamas, mastectomia e ovários poliquísticos.

O estudo da prolatina é também nos estudos de infertilidade do casal.

Fontes bibliográficas