segunda-feira, dezembro 22, 2014

Vacina do tétano

Vacina do tétano

A vacina do tétano é o meio mais eficaz de prevenir o tétano, doença provocada pela bactéria Clostridium tetani, e que pode conduzir à morte ou deixar graves sequelas neurológicas na pessoa. 

Composição da vacina antitêtanica

A vacina do tétano pode ser conjugada com outras vacinas, tendo na sua composição a anatoxina tetânica para que o corpo crie imunidade. Os outros excepientes variam sendo comum a presença de hidróxido de alumínio (quando frio é responsável pelo surgimento de hematomas e vermelhidão no local onde é administrada a vacina).

Como tomar a vacina do tétano

A vacinação antitetânica é aconselhada para todos os adultos que nunca tenham efetuada nenhuma inoculação ou que não fazem à mais de 10 anos, grávidas, mulheres a amamentar e crianças.

Vacina do tétano para adultos

Os adultos devem fazer pelo menos uma vacina do tétano de 10 em 10 anos, os adultos que nunca fizeram a vacina do tétano devem fazer um esquema de 3 vacinas espaçadas, correspondendo à primovacinação. Esquema usualmente recomendado (0, 1 ou 2 meses, 6 a 12 meses).

Vacina do tétano para as grávidas e mulheres a amamentar

As grávidas e mulheres à amamentar devem ter a vacina do tétano atualizada. Durante a gravidez a vacina do tétano pode ser feita em qualquer idade gestacional, sendo mais aconselhado fazer a partir do 4° mês de gravidez. Durante a amamentação a mulher pode fazer a vacina em qualquer altura.

Vacina do tétano para as crianças

A vacinação antitêtanica é sugerida nas crianças devendo ser iniciada nos primeiros meses de vida, dependendo do pais o esquema pode variar.

Esquema sugerido no Brasil
  • Vacina pentavalente aos 2, 4, 6, tríplice aos 15 meses e 4 anos e dupla de 10 em 10 anos ou em 3 doses nos adultos sem historia de vacina do tétano.
Esquema sugerido em Portugal

  • Vacina pentavalente aos 2, 4, 6, tríplice aos 18 meses e 5 anos e dupla aos 10 anos e de 10 em 10 anos ou em 3 doses nos adultos sem historia de vacina do tétano.

Reações e efeitos secundários da vacina do tétano

A vacina do tétano pode criar algumas reações no local da administração, sendo os mais comuns o rubor ou calor, vermelhidão, inchaço, coceira e calor. Nos dois dias seguintes após fazer a vacina deve se aplicar gelo no local para diminuir estes efeitos. Após fazer a vacina deve aguardar 30 minutos na unidade de saúde para prevenir a ocorrência de reacções alérgicas ou anafilaticas.
Vacinas do tétano
Vacinas do tétano
Fontes bibliográficas
infarmed.pt
dgs.pt
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.