sábado, dezembro 31, 2016

As 7 principais mudanças no PNV 2017



O PNV (Plano Nacional de Vacinação) português 2017 entra em vigor no ano de 2017 e trás algumas mudanças importantes, que vão aumentar as coberturas vacinais de alguns grupos de risco encarando desta forma algumas mudanças epidemiológicas que estão sendo identificadas no mundo ocidental.

As 7 principais mudanças no PNV 2017

Ao tudo são 7 mudanças importantes que vão mudar o esquema universal há anos em vigor. Descubra as 7 principais mudanças no PNV para o anos de 2017:

BCG - a vacina do BCG (tuberculose) passa a ser oficialmente só para grupos de risco, pois a incidência de tuberculose em Portugal é extremamente baixa.

Vacina hexavalente - a vacina dos 2 e 6 meses passa a ser uma vacina hexavalente, ou seja, passa a ser contra 6 doenças diferentes, inclui a vacina da hepatite B, o que se vai traduzir em menos duas picadas para o bebé.

Vacina HPV - a vacina papiloma vírus humano passa a ser contra 9 serotipos do vírus (era contra 4 serotipos).

Tétano - a vacina do tétano passa a ser feita aos 10, 25, 45, 65 anos, depois dos 65 anos continua a ser feita de 10 em 10 anos. De fora deste esquema ficam as pessoas sem vacinas na infância, registo desconhecido ou com feridas (têm esquema próprio).

Vacinação da grávida - as grávidas passam a ser vacinas com a vacina do tétano, tosse convulsa e difteria, entre a 20 e 36 semanas (idealmente até às 32 semanas), após a segunda ecografia (ecografia morfológica).

Vacinação da grávida

Vacina aos 5 anos - a segunda dose de VASPR (vacina do sarampo) passa a ser feita aos 5 anos e não entre os 5/ 6 anos.

Vacina meningite B - passa a ser administrada a crianças de risco nos hospitais.

Descubra alguns posts relacionados

0 Comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... não revele nenhum dado ou informação confidencial no seu preenchimento.