17 de dezembro de 2016

Como tirar o medo das vacinas ao nosso filho - dicas para os pais

As vacinas sugerem uma reacção de medo e repulsa, pelo fato de envolver uma agulha, um procedimento doloroso e prováveis reacções locais também dolorosas nos dias seguintes à administração. Os pais acabam por sofrer muito por verem seus filhos com dor e a sofrer, mas esta dor e receio não pode ser motivo para adiar ou evitar as vacinas, pois os seus beneficios são enormes e temos que continuar a prevenir algumas doenças que essas sim podem causar dor, maior sofrimento e sequelas nos nossos filhos.

Como tirar o medo das vacinas ao nosso filho - dicas para os pais

Como podem calcular sou grande defensor da vacinação, tenho até algum prazer em dar vacinas pelos efeitos preventivos e pelo facto de tentar administrar sem que as crianças sofram e tenham pavor. Mas será que é possível tirar o medo das vacinas ao nosso filho? Descubra algumas dicas...

Ter medo é perfeitamente normal, associar as batas brancas a agulhas e dor é também perfeitamente normal, mas os pais podem criar algumas estratégias e usar alguns truques para minorar o trauma de fazer uma vacina.

O medo da vacina é uma fobia normal, que a criança não vai esquecer, os pais devem encarar a vacina como algo normal, sem ceder ao medo da criança e sem o menosprezar. É importante não ceder à chantagem da criança quando tenta adiar, encarar o medo como algo normal e fazer um reforço positivo (Eu sei que vai doer, mas eu vou là estar contigo.), não usar os enfermeiros e as vacinas como castigo (Come senão digo ao Sr Enfermeiro para te dar uma vacina.) e evitar a vacinação à força (pessoalmente costuma-me um pouco ter que vacinar uma criança à força).

Preparar a visita ao enfermeiro

Ao longo dos últimos anos tenho usado muitas estratégias para distrair e ajudar as crianças, se por um lado ao bebé é suficiente distrai-lo com algum objecto colorido, nosso sorriso ou maior pressão quando pegamos na sua pernita, na criança mais velha o ideal é explicar o enormes beneficios das vacinas e usar alguns amigos , como um super-herói, um boneco, o naninha, entre outros.
Como tirar o medo das vacinas ao nosso filho - dicas para os pais - carlos edgar

Os pais podem realmente escolher um dessas personagens como boneco favorito, explicando o procedimento, os beneficios e simulando uma brincadeira (vacinação do boneco).

Dia da vacinação

No dia da vacinação os pais devem ter em atenção a roupa que vão vestir para facilitar a administração, se a criança tiver menos de 1 ano as vacinas são administradas nas pernitas, se tiver mais de 1 ano são feitas nos braços.

O uso de analgésicos

Durante algum tempo eram usados os selos para ajudar, mas atualmente estão um pouco fora de moda, o uso de analgésico, como o paracetamol, antes de fazer a vacina não é aconselhado (use somente após conselho médico).

Como tirar o medo das vacinas ao nosso filho - dicas para os pais

No dia da vacina deve levar o seu filho com o boneco que ajudou a preparar e a diminuir os medos. Sugiro sempre que a criança seja vacinada ao colo de um dos pais, para sentir a sua presença e maior segurança. 

Cuidados após a vacinação

Após a vacina deve aconchegar o seu filho e o boneco junto de si, para os acalmar, e esperar 30 minutos para prevenir a ocorrência de reações alérgicas. Em casa nas horas e dias seguintes a criança pode apresentar algumas reações adversas, como febre, menor apetite, menos energia e reações no local. É importante tomar algumas medidas se a criança tiver febre ou dores (dar antipirético) e se apresentar algum inchaço ou hematoma no braço ou perna devemos aplicar gelo (envolto num pano).

Novidades do Plano Nacional de Vacinação português (2017)

No ano de 2017 o Plano Nacional de Vacinação português vai sofrer algumas alterações, a vacina do BCG deixa de estar incluída para todas as crianças, a vacina da hepatite B, aos 2 e 6 meses, vai ser conjugada na vacina hexavalente (vacina contra 6 doenças numa só infecção - traduz em menos duas picadas para o bebé), nova vacina HPV (defesa contra mais serotipos), vacinação da grávida (tosse convulsa) e novo calendários da vacina do tétano.

Plano Nacional de Vacinação 2017 - PNV

Outras vacinas extra plano

As vacinas extra-plano aumentam a necessidade de mais picadas e algumas até maiores reações adversas, os pais dispõem de algumas vacinas na prevenção de meningite (Bexsero®), gastroenterites (Rotateq® e Rotarix®), varicela ou até hepatite A. Normalmente a sua aquisição é sugerida pelo médico ou enfermeiro e cabe aos pais a decisão, pois não são gratuitas.

Descubra alguns posts relacionados

0 Comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... não revele nenhum dado ou informação confidencial no seu preenchimento.