-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
A mulher deve fazer a citologia regularmente pois somente desta forma consegue prevenir o câncer do colo do útero identificando células cancerígenas. Ao fazer o esfregaço o médico coloca algumas células do colo do útero numa lamina, a sua analise permite identificar as células mal formadas ou alteradas.

Soluto de lugolO resultado de uma citologia pode vir alterado, apresentando lesões de baixo grau, médio grau e alto grau, de acordo com as alterações descobertas nas células.

Após o resultado confirmar lesão celular a mulher deve fazer uma colposcopia, um exame que permite estudar e delimitar o tipo de lesão que a mulher tem.

Durante a colposcopia o médico pode fazer um simples teste, teste de Schiller, que permite identificar a presença de células alteradas. Ao colorir as células do colo uterino com uma solução iodada (soluto de lugol) as células sem alterações vão permanecer escuras (cor da solução de iodo) e as células alteradas vão ganhar a coloração amarela.

A células cancerígenas ou pré-cancerígenas são pobres em glicogênio o que leva a mudar de cor perante a presença do iodo.

Resultados do teste de Schiller

Teste de Schiller positivo

Um teste de Schiller positivo revela a presença de células atípicas, ao não ficarem coradas com a solução de lugol, ganham a cor amarela. O medico ao observar pontos amarelos descobre os locais onde esta presentes as lesões.

Teste de Schiller negativo

Num teste de Schiller negativo as células do colo uterino ganham a coloração da solução iodada. Senao houver outra coloração o teste é negativo.

O teste de Schiller apesar de ser barato e acessível està a ficar em desuso, pelo avanço das tecnologias de saúde.

O teste de Schiller positivo e outras soluções

O teste de Schiller pode ser feito com ácido acético, nesta situação ocorre a desidratação das células do colo uterino (útero), nas células atípicas os sinais de desidratação são mais notórios.

Fontes bibliográficas