Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

yes

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
Na amamentação nosso corpo tem suas necessidades nutricionais aumentadas, com o bebê a mamar quase de hora a hora, a mãe sente mais fome e tem mesmo que fazer mais refeições (pequenas refeições) e beber mais líquidos (aconselho 2,5 litros de água por dia). Com este processo constante é normal o corpo ter carência de alguns nutrientes e minerais, o ferro e algumas vitaminas são os mais afectados.

Anemia na amamentação

A falta de ferro e algumas vitaminas (ácido fólico e vitamina B12) podem aumentar o risco de a mãe ter um quadro de anemia. A anemia é uma doença que se caracteriza pela diminuição da hemoglobina e na maior parte dos casos a carência de ferro e destas vitaminas é a principal causa - os números revelam que cerca de 90% das anemias são anemias ferropénicas.

O risco da mulher a amamentar ter anemia aumenta se teve gravidezes muito próximas, perdas ou sangramentos, fez cesariana, vomitou, tem alimentação pobre ou tem fluxo menstrual elevado.

Prevenir a anemia na amamentação

O organizações internacionais de saúde recomendam que a mulher à amamentar faça suplementos de ferro e ácido fólico para colmatar o aumento das necessidades destes nutrientes, prevenir a anemia e fornecer a quantidade ideal de nutrientes ao bebê. Muitas vezes a mulher pode não notar alterações no seu corpo, mas a verdade é que mesmo não tendo sintomas pode ter risco anêmico. Para se relembrar os sintomas da anemia são: cansaço, sensação de desmaio, dores de cabeça, palidez da pele, aumento do batimentos cardíacos... (Saiba mais sobre sintomas de anemia).

Tratar a anemia na amamentação

A anemia na amamentação é tratada com uma dieta rica em folatos e ferro - confira aqui, e suplementos ferrosos. Siga as indicações de seu médico e se lembre que os suplementos ferrosos podem piorar sua prisão de ventre e tornar sua fezes negras.

Fontes bibliográficas
procuromaissaude.com/anemia
procuromaissaude.com/
Comente...

Olá, pode deixar seu comentário... se lembre que a informação neste post é apenas para aumentar seu conhecimento sobre o tema... não deixe de procurar seu médico... muito obrigado... Carlos Edgar