28 de abril de 2017



O diclin® é um medicamento hormonal indicado no tratamento das alterações androgênicas, como acne, seborreia, pele e cabelos oleosos e queda de cabelo androgênica (factores hormonais masculinos). Apesar destas indicações, que são as principais, diclin® pode também proteger a mulher da gravidez, tem acção anticoncepcional.


Sim evita a gravidez, desde que a tome sem falhas, todos os dias, sensivelmente à mesma hora, um comprimido por dia durante 21 dias (21 comprimidos), seguindo depois uma pausa de 7 dias, durante a qual vai menstruar. Após a pausa deve iniciar nova cartela, no 8° dia.

O anticoncepcional diclin® tem na sua composição dois tipos de hormônios, acetato de ciproterona e etinilestradiol, o que confere uma enorme eficácia contra a gravidez indesejada, cerca de 99% - Índice de Pearl do anticoncepcional diclin® (0,1 é 1,0 gravidez por cada 100 mulheres).
O anticoncepcional diclin® evita a gravidez?

Como viu o diclin® garante proteção, mas será que ele protege na pausa entre as cartelas? E no período fertil? E quando é que o diclin® não protege da gravidez?

O anticoncepcional diclin® evita a gravidez na pausa entre as cartelas

Pois na pausa entre as cartelas, você não vai estar tomando o diclin®, mas mesmo não tomando, desde que use as cartelas sem falhas vai continuar protegida. Pode ficar descansada.
O anticoncepcional diclin® evita a gravidez?


Quem usa o diclin® certinho, como é recomendado, não vai ter período fertil, pois os valores hormonais, no sangue, permanentemente elevados não vão permitir que seu ciclo menstrual se desenvolva.
O anticoncepcional diclin® evita a gravidez?

Quando o anticoncepcional diclin® não consegue evitar a gravidez

O anticoncepcional diclin® pode não proteger da gravidez nas seguintes situações:
  • se atrasar mais de 12 horas a toma do comprimido
  • se esquecer algum comprimido
  • se fizer mais dias de pausa entre as cartelas (mais de 7 dias)
  • se tiver vômitos ou diarreia nas 4 horas seguintes à toma do comprimido
  • se usar alguns medicamentos que interfiram (pode conferir neste post)
O anticoncepcional diclin® evita a gravidez?

Agora que já conferir a eficácia do anticoncepcional diclin® pode comentar e partilhar este post... 😊

Descubra alguns posts relacionados

O anticoncepcional diclin® evita a gravidez?

27 de abril de 2017



A alcachofra comprimidos é um suplemento rico em cinarina e o ácido cafeico, dois princípios activos presente na alcachofra, que têm como principal função a estimulação do bom funcionamento do fígado (sais biliares) e diminuição dos valores de colesterol.

Alcachofra comprimidos

O benefícios da alcachofra tem algumas propriedades reconhecidas, como o facto de ter acção antioxidante, combater o excesso de gordura no nosso sangue, indicado para problemas de fígado e vesícula, promove a saciedade e ajuda em situações de prisão de ventre.
Alcachofra comprimidos
Como tomar a alcachofra

A alcachofra comprimidos está indicada 3 vezes ao dia, 15 minutos antes das refeições principais, pequeno-almoço, almoço e jantar.

Descubra alguns posts relacionados

Alcachofra comprimidos



A pílula yasmin® é um contraceptivo indicado na prevenção da gravidez, devido a ter em sua composição hormônios sintéticos estrogênicos (etinilestradiol) e progestênicos (drospirenona). A acção deste hormônios garante que a mulher não vai ovular e seu muco cervical vai permanecer espessado, o que vai dificultar a progressão dos espermatozoides até ao óvulo.

Yasmin®, como usar

Cada comprimido da pílula yasmin® tem na sua composição 3 mg de drospirenona e 0,03 mg de etinilestradiol. Para estar protegida deve usar um comprimido por dia, sensivelmente à mesma hora, durante 21 dias (21 comprimidos), fazendo depois uma pausa de 7 dias, durante a qual vai menstruar. Desta forma vai estar protegida.
Yasmin®? Emagrece ou  engorda?

Como sabemos as pílulas anticoncepcionais combinadas têm outras vantagens para além da proteção da gravidez, no caso das pílulas com drospirenona na composição os estudos revelam que podem interferir menos com o colesterol e retenção de líquidos (pelos menos numa fase inicial), chegando mesmo a ser chamada de pílula para emagrecer. Pode conferir uma parte do post "Melhor pílula anticoncepcional para emagrecer"

      • "...não podemos dizer claramente que existe uma pílula que causa diminuição de nosso peso e nos faça emagrecer, os estudos revelam que as pílulas com drospirenona têm menor risco de causar retenção de líquidos, pelo seu efeito diurético, especialmente nos primeiros 6 meses de tratamento."

Então será que podemos dizer que a pílula yasmin® emagrece? Yasmin®? Emagrece ou engorda?

Para iniciar vamos falar dos efeitos adversos ou secundários de yasmin®, nos mais frequentes podemos encontrar as alterações menstruais, dor mamaria, dores de cabeça, depressão, enxaquecas, corrimento vaginal branco, entre outros. Nos pouco frequentes podemos encontrar as alterações na libido, aumento ou diminuição da pressão arterial elevada, vómitos, acne, rash, infecção vaginal, retenção de fluidos e alterações de peso corporal.
Yasmin®? Emagrece ou  engorda?

Como pode conferir a retenção de líquidos e alterações do peso (para cima ou para baixo) estão descritos como efeitos adversos pouco frequentes (podem surgir em + 1 mulher em cada 1000 que usam yasmin® num ano), por isso não podemos afirmar que a pílula yasmin® nos vai emagrecer ou engordar, as causas mais comuns para o aumento de peso são nossos estilos de vida, como a dieta e a falta de exercício físico (emagrecer). Agora que já sabe a resposta não se esqueça de partilhar e comentar este post... 😊

Descubra alguns posts relacionados

Yasmin®? Emagrece ou engorda?

26 de abril de 2017



O selene® é um medicamento hormonal que tem na sua composição dois tipos de hormônios, etinilestradiol e acetato de ciproterona, dois hormônios sintéticos que vão agir no corpo da mulher obtendo os efeitos pretendidos.

Cada comprimido de selene® tem em sua composição 0,035 mg de etinilestradiol e 2,000 mg de acetato de ciproterona. Tendo ainda outros excipientes como povidona c-15, lactose, amido de milho, celulose microcristalina, crospovidona, aerosil 200, laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio, opadray, corante laca eritrosina, dióxido de titânio, corante laca crepúsculo e goma laca.

Selene® para que serve

Afinal para que serve o selene®? Como falei o selene® é um medicamento hormonal que tem como principal indicação o tratamento das manifestações androgênicas. Resumindo o selene® serve para:
  • tratar acne
  • tratar a seborreia
  • inflamações ou nódulos na pele (acne)
  • queda de cabelo androgênica
  • hirsutismo
Selene® para que serve

O selene® tem assim acção na nossa pele, precisando de 3 a 4 meses para ter êxito e tratar estas manifestações. Apesar disso o seu médico pode sugerir mais tempo de tratamento, deve seguir suas indicações.

E da gravidez? Selene® serve para proteger?

Sim também protege, o selene® serve também para prevenir a gravidez, funcionando com anticoncepcional, pois sua acção no corpo da mulher inibe a ovulação e espessa o muco cervical. De relembrar que o seu uso exclusivo como anticoncepcional não é aconselhado, por ter grande dosagem hormonal (riscos de complicações).
Teste de gravidez negativo


Para aproveitar estes beneficios de selene® deve usar como é recomendado, deve iniciar (primeira cartela) o selene® no 1° dia da menstruação, tomando um comprimido por dias, durante 21 dias - 21 comprimidos, posteriormente deve fazer uma pausa de 7 dias e no 8° dia retomar nova cartela. O tratamento de selene® segue sempre este esquema, 21+7+21+7+21... durante a pausa de 7 dias vai menstruar.
Selene® para que serve


Se usa o selene® e está tentando encontrar em Portugal ou noutro pais da Europa, não vai encontrar, a pílula semelhante ao selene® é a diane 35®.
Pílula anticoncepcional selene® em Portugal

Descubra alguns posts relacionados

Selene® para que serve e outras curiosidades



O chá verde é um dos chás, mais consumidos, através de chá, infusão, comprimidos ou em pó... esta diversificação na oferta ocorre devido às grandes propriedades medicinais reconhecidas, como o emagrecimento, o chá verde por ter em sua composição a cafeína e catequinas acaba por acelerar o metabolismo do nosso corpo levando a maior gasto energético.
O chá verde corta o efeito da pílula anticoncepcional?
Este beneficio acaba por causar receio que o chá verde interfira com acção da pílula anticoncepcional, será que interfere? Vamos descobrir...

O chá verde corta o efeito da pílula anticoncepcional?

Os medicamentos e plantas que podem cortar o efeito da pílula anticoncepcional são:
Como pode conferir o chá verde não interfere com a acção da pílula anticoncepcional, pode por isso usar sem receio que o seu anticoncepcional a deixe de proteger. Não se esqueça que só sugiro o uso de suplementos alimentares após conselho de seu nutricionista, não se esqueça também de partilhar e comentar este post... 😊

Descubra alguns posts relacionados

O chá verde corta o efeito da pílula anticoncepcional?

25 de abril de 2017



Depois da sua relação desprotegida ou da falha do seu contraceptivo, vai ter que fazer a pílula do dia seguinte, que pode fazer nos 3 dias depois ou até 5 dias depois (tem disponível dois tipos de pílula), para se proteger da gravidez. Sugiro sempre que a faça o mais cedo possível para aumentar sua eficácia (eficácia da pílula do dia seguinte).
Sangramento após tomar pílula do dia seguinte (emergência)
Depois de que tomou a pílula do dia seguinte aconteceu alguma coisa em seu corpo? Ok, tomou a pílula do dia seguinte, e sangrou?

Pois, é mais um motivo que leva a muitas mulheres a visitar e a deixar comentários no blog... a mulher que usa a pílula do dia seguinte fica sempre à espera desesperada de algum sinal que mostre que a pílula funcionou, mas nem sempre acontece... estes "sinais" nem sempre acontecem pois falamos de efeitos adversos de ocorrência pouco frequentes, por exemplo em 10% das mulheres. Pode conferir alguns efeitos adversos da pílula do dia seguinte para confirmar.
Sangramento após tomar pílula do dia seguinte (emergência)

Alguns efeitos adversos da pílula do dia seguinte dos 3 dias: náuseas, sangramento irregular, dor no baixo ventre, cansaço e dor de cabeça.

Alguns efeitos adversos da pílula do dia seguinte dos 5 dias: perturbações do humor, dor de cabeça, tonturas, náuseas, dor abdominal, vómitos, dores musculares, dor lombar, sensibilidade mamária, cansaço e sangramento fora do período menstrual.
Sangramento após tomar pílula do dia seguinte (emergência)

Sangramento após tomar pílula do dia seguinte

Como pode ver a ocorrência de sangramentos após tomar a pílula do dia seguinte, pode surgir, mas os estudos referem que apenas 10% das mulheres que usam a pílula podem apresentar, por isso se não sangrar após tomar a pílula do dia seguinte não se preocupe.

O importante é tomar a pílula do dia seguinte o mais cedo possível, não ter vômitos ou diarreia nas 4 horas seguintes à toma do comprimido e se usar alguns medicamentos como barbitúricos e outros epilépticos, anti-tuberculostáticos, para tratar o VIH, anti-fungicos (griseofulvina), Erva de São João (Hypericum perforatum) e ciclosporina.

Sangrar após tomar a pílula do dia seguinte? Não precisa para provar que fez efeito e se protegeu, mantenha seu anticoncepcional, comente e partilhe este post... 😊
Sangramento após tomar pílula do dia seguinte (emergência)

Descubra alguns posts relacionados

Sangramento após tomar pílula do dia seguinte (emergência)



Nos últimos anos a doença celíaca tem ganho maior destaque devido ao aumento de casos de doentes celíacos, que sofrem de celiquia, uma doença auto-imune que se caracteriza pela sensibilidade permanente ao glúten. Os doentes celíacos tem menor capacidade de absorção dos nutrientes, o que leva a mucosa do intestino a reagir à glúten, inflamando. Desta forma a pessoa passa a ter menor capacidade de absorção de alguns nutrientes.

Sintomas da doença celíaca

A doença celíaca pode manifestar-se ainda na infância, o principal tratamento consiste numa dieta com restrição do glúten. Descubra alguns sintomas da doença celíaca:
Sintomas da doença celíaca

Sintomas da doença celíaca
      • diarreia ou fezes moles
      • prisão de ventre
      • desconforto abdominal
      • abdomen distendido
      • vómitos
      • falta de apetite
      • perda de peso
      • atraso no crescimento
      • irritabilidade
      • valores baixos de alguns nutrientes (ferro, ácido fólico, cálcio e vitaminas lipossolúveis)
      • anemia 
Descubra alguns posts relacionados

Sintomas da doença celíaca

24 de abril de 2017



O anticoncepcional injetável dáiva® é um contraceptivo injetável que tem na sua composição algestona acetofenida e enantato de estradiol, dois hormônios sintéticos que garantem proteção contra a gravidez indesejada.


Composição hormonal de anticoncepcional injetável dáiva®: 150 mg algestona acetofenida + 10 mg enantato de estradiol. Outros excipientes: álcool benzílico, benzoato de benzila e óleo de gergelim.


O anticoncepcional injetável dáiva® deve ser feito, todos os meses, no 8° dia de seu ciclo menstrual (o 1° dia do ciclo menstrual é o 1° dia de sua menstruação), a cada 30 dias.


Como todos os medicamentos o anticoncepcional injetável dáiva® pode causar alguns efeitos colaterais tais como (os efeitos colaterais dos anticoncepcionais injetáveis):
Efeitos colaterais do anticoncepcional injetável dáiva®

Podem ainda surgir outros efeitos colaterais como cefaleias e varizes (deve falar com seu médico). Não se esqueça de comentar e partilhar este post... 😊

Descubra alguns posts relacionados

Efeitos colaterais dáiva®


A pílula anticoncepcional é um dos contraceptivos mais usado no mundo, a facilidade de acesso e as diferentes dosagens e composições hormonais conferem às mulheres diferentes beneficios, correspondendo às suas necessidades.

Como voltar a tomar pílula anticoncepcional

Se a mulher quer tratar seu acne e prevenir a gravidez, tem uma pílula anticoncepcional indicada, se quer tratar outras alterações androgênicas, tem outra pílula anticoncepcional disponível e assim por diante. Como falamos esta diversidade na escolha e oferta garante o seu sucesso...

Para ter efeitos a mulher deve seguir a posologia indicada, ter cuidados com alguns medicamentos que podem interferir com sua acção (pode saber mais neste post) e ter cuidados com os vômitos e diarreia que se surgirem nas 4 horas seguintes à toma do comprimido podem também diminuir sua eficácia. Falando em posologia indicada, vamos então conferir como devemos tomar a pílula anticoncepcional.
Como voltar a tomar pílula anticoncepcional


A pílula anticoncepcional deve ser tomada todos os dias, sensivelmente à mesma hora, seguindo o esquema recomendado em sua cartela, se por exemplo sua cartela tiver 21 comprimidos, deve fazer um comprimido por dia, sensivelmente à mesma hora, durante 21 dias, seguindo depois uma pausa de 7 dias, no 8° dia retoma nova cartela... o esquema neste caso é 21+7+21+7+...
Como voltar a tomar pílula anticoncepcional

Depois da pausa se lembre que deve voltar a tomar nova cartela, desta forma vai estar protegida, na pausa entre as cartelas e logo no inicio das cartelas seguintes. E se parar? Como devo voltar a tomar a pílula anticoncepcional?

Como voltar a tomar pílula anticoncepcional

Quer voltar a tomar a pílula anticoncepcional depois de uma paragem? Ok deve se lembrar que as pausas para descanso não devem ser feitas (confira neste post), mas se por qualquer motivo vai ter retomar sua pílula, deve tomar nota destas 3 dicas:
      • deve reiniciar a pílula menstruada, de preferência no 1° dia de sua menstruação (como se fosse a primeira vez que tomou)
      • deve manter a pílula que seu médico recomendou
      • se lembre que se corpo vai ter que se adaptar novamente, pode precisar de 4 cartelas
Como voltar a tomar pílula anticoncepcional

Agora que já tomou nota das minhas 3 dicas pode comentar e partilhar este post... obrigado. 😊

Descubra alguns posts relacionados

Como voltar a tomar pílula anticoncepcional

23 de abril de 2017



O adesivo anticoncepcional é um contraceptivo transdérmico combinado, que tem na sua composição hormônios progestragênicos e estrogênicos, o que lhe confere acção contra a gravidez indesejada e garante às mulheres os beneficios dos anticoncepcionais hormonais combinados.

O adesivo liberta os seus hormônios através da pele, que ao absorver transfere-os para a corrente sanguínea impedindo que os ovarios libertem o óvulo (ovulação) e espessando o muco cervical impedindo a progressão dos espermatozoides.

Para garantir esta proteção deve usar o adesivo como é recomendado, em cada ciclo de adesivo deve usar 3 adesivos, um por semana, durante 3 semanas (cola um no 1° dia do ciclo, no 8° dia outro e no 15° dia outro), depois deve fazer 7 dias de pausa (sem adesivo) para menstruar e no 8° dia deve reiniciar novo ciclo com os 3 adesivos.


No mercado existem duas marcas de adesivo hormonal, o evra® e o lisvy®.


O adesivo evra® é um adesivo castanho, rectangular que liberta cerca de 203 microgramas de norelgestromina + 33,9 microgramas de etinilestradiol por dia. É o adesivo anticoncepcional mais antigo no mercado.
Adesivo evra®




O adesivo lisvy® é um adesivo circular, transparente, que liberta cerca de 60 ug de gestodeno + 13 ug de etinilestradiol por dia, e apesar de ter menor libertação hormonal sua comercialização está suspensa por ter revelado problemas na cola do adesivo. O adesivo lisvy® só está disponível nalguns países europeus.
Adesivo lisvy®

Adesivo lisvy®

Descubra alguns posts relacionados

Adesivo anticoncepcional - marcas