terça-feira, março 05, 2013

Interrupção voluntária da gravidez - IVG

Interrupção voluntária da gravidez - IVG


Segundo o artigo 142º do Código Penal Português a mulher pode realizar a interrupção voluntária da gravidez até à 10ª semana de gestação, tendo para isso que recorrer a um estabelecimento da saúde autorizado.

Para realizar a interrupção a mulher pode dirigir-se ao seu centro de saúde, solicitando apoio ao seu médico de família, maternidades ou serviços de obstetrícia. Este ato é de exclusiva responsabilidade da mulher e no atendimento é lhe garantida confidencialidade e total sigilo.

O procedimento

A mulher que manifeste o seu desejo de interromper a gravidez deve ter uma consulta prévia para avaliar a sua situação clínica e ser-lhe-á marcada a interrupção. Entre estas consultas deverá haver um período de reflexão, com duração mínima de três dias, podendo solicitar apoio psicológico de um técnico de saúde credenciado. A interrupção pode ser praticada com recurso a medicamentos ou a uma cirurgia. Para concluir deve ter uma consulta de planeamento familiar para corrigir ou iniciar um método contracetivo.

Partilhe

6 comentários:

  1. fiz uma interrupção voluntária da gravidez através de medicamentos, na quarta feira tomei o primeiro comprimido, e na sexta feira tomei o segundo. Na terça feira as 00h15m tive quase a fazer relações estávamos molhados ,mas não tive ejaculação, apenas estivemos encostados um ao outro, há possibilidade de voltar a estar grávida? corro algum risco? será que posso tomar a pílula do dia seguinte?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      há risco de ficar grávida mesmo sem penetração basta que o pénis toque na vulva, pode ocorrer pequena ejaculação ou saída de esperma, por precaução deve tomar a pílula do dia seguinte o que lhe vai causar efeitos secundários, como hemorragias. Opte por uma pílula contraceptiva de toma diária, não é boa opção continuar a usar estas situações de último recurso.
      Ando por aqui...

      Eliminar
  2. é seguro tomar a pílula do dia seguinte mesmo que ainda esteja com a hemorragia causada pelo interrupção voluntária da gravidez? há consequências? ainda estou a tomar o methergin, o azitromicina gp 500g ja acabei eram so tres dias, pode resultar em conplicaçoes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      após fazer a IVG a mulher entra no puerpéreo, como se tivesse um parto, o corpo necessita de se recompor e nesta fase não há logo risco de engravidar, não percebi a sua questão anterior descupe, como está a tomar ainda a medicação e só acabou na 6ª feira, não há necessidade de tomar a pílula do dia seguinte. A toma da pílula do dia seguinte iria aumentar os efeitos secundários, nomeadamente hemorragias. Dentro de 15 dias recorra a uma consulta de planeamento familiar para fazer revisão pós-ivg e iniciar um contraceptivo.
      Ando por aqui...

      Eliminar
  3. Fiz uma interrupção voluntária dia 13-10, sangrei na 1ªsemana, no final da segunda semana voltei a a sangrar, hoje já é 30-11 e ainda a minha menstruação não veio.
    estou preocupada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, pode acontecer isso, não sei se está usando proteção, deve aguardar.... ando por aqui... :)

      Eliminar

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.