quarta-feira, março 11, 2015

Anomalias ou alterações anatômicas do útero

Anomalias ou alterações anatômicas do útero

O útero é um órgão sexual feminino que foi concebido para receber o ovo, resultado da fecundação do óvulo pelo espermatozoide, por esse motivo o interior uterino pode variar na forma e revestimento para receber ou preparar a recepção do ovo (nidação). (fonte: O útero, localização e posicionamento)

Um útero normal tem uma forma de pêra,sendo oco por dentro em média mede cerca de 7,5 cm por 5 cm e tem 2,5 cm de espessura.

Alterações anatômicas do útero

Quando um útero não tem estas alterações descritas estamos perante anomalias anatômicas, que os estudos revelam atingir cerca de 0,1 a 2% das mulheres. As anomalias mais comuns são o útero bicorno, unicorno, duplo ou didelfo e septado.

Útero bicorno

O útero bicorno é a anomalia mais comum e nesta alteração o útero apresenta a sua forma, mas tem um recorte na região central, como o interior do coração (cavidades).
Útero bicorno
Útero bicorno

Útero unicorno

O útero apresenta somente um segmento, a mulher tem somente metade do órgão ligado a uma só trompa.

Útero didelfo

Nesta anomalia a mulher pode ter duas vaginas e dois colos do útero, é uma alteração bastante rara.

Útero septado

A cavidade interna do útero é dividido por um septo de tamanho variado.

O útero tem uma posição horizontal podendo também ter alterações a este nível, pode adoptar as seguintes posições: invertido, retrovertido descido e descido ou com prolapso.

A fertilidade na mulher com anomalias ou alterações anatômicas do útero 

A mulher com anomalias ou alterações anatômicas do útero regra geral consegue engravidar, pois estas alterações não impedem o desenvolvimento do ciclo menstrual, as mulheres com um útero unicorno podem ter mais dificuldades devido a terem somente uma trompa. (Infertilidade)

Para engravidar mais facilmente a mulher deve ter acompanhamento médico, com estudos da forma do útero e até uma cirurgia para corrigir as mal formações.

A gravidez na mulher com anomalias ou alterações anatômicas do útero

A mulher grávida que tenha este tipo de alterações ou anomalias tem maiores riscos de aborto e parto prematuro (tem maior risco de parto por cesariana). Faça o seguimento de sua gravidez.

Fontes bibliográficas
endometrioseeinfertilidade.blogspot.pt (imagem)
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.