sábado, outubro 11, 2014

Endometriose

Endometriose

O útero da mulher tem o seu interior revestido pelo endométrio, este revestimento vai se alterando ao longo do ciclo menstrual para receber o ovo (a fixação do ovo, após ocorrer fecundação, chamamos nidação), quando não ocorre fixação o endométrio descama causando a menstruação.

Nalgumas mulheres este tecido endometrial tem um crescimento para fora do útero, podendo atingir os ovários, os ligamentos que suportam o útero, intestinos, ureteres, bexiga, rins, trompas, vagina e até cicatrizes pós cirurgia no abdómen. A este crescimento anormal chamamos endometriose.

A endometriose é uma alteração com causas ainda desconhecidas, embora se saiba que as mulheres com familiares diretos com historia de endometriose têm maior risco de ter (7 vezes mais risco), estando ainda associada a mulher que têm a menstruação muito cedo, menstruações frequentes ou mais prolongadas (mais de uma semana), nunca tenham tido filhos, partos mais tardios (mulheres com mais de 30 anos) e ter alterações no útero (malformações). 

Este tecido endometrial fora do útero também sofre ação das hormonas femininas podendo dar alguns sintomas, como:
  • menstruações dolorosas
  • hemorragias mais prolongadas durante a menstruação
  • irregularidades menstruais
  • cãibras ou cólicas abdominais
  • dores pélvicas (baixo ventre)
  • dor nas relações sexuais
  • dor ao defecar inchaço abdominal

Tratamento da endometriose

O tratamento da endometriose depende de vários fatores como a idade, tipo e duração dos sintomas e se a mulher quer ter filhos. A escolha do tipo de tratamento tem que ter em conta estas condicionantes.

Os tratamentos mais usados são os medicamentos (analgésicos, antinflamatórios, pilulas hormonais combinadas ou progestagénicas e outros medicamentos hormonais), cirúrgicos (remoção do tecido endometrial em excesso e extração dos ovários).
Pilulas hormonais
Pilulas hormonais

A infertilidade da mulher

A endometriose pode ser a causa da infertilidade da mulher, por impedir a passagem do óvulo nas trompas de falopio. Fonte: Infertilidade, causas e tratamentos

Fontes bibliográficas
carlosedgar.com
pt.wikipedia.org
manualmerck.net
O que perguntamos sobre saude - carlos edgar
Saude 24 horas - carlos edgar
Partilhe

4 comentários:

  1. Eu tenho menatruaçoes muito dulorosas e muito prolongadas...
    Ja ando ha 4 meses com a barriga inchada, desde que deixei a pilula a minha menstruaçao ficou desregulada.
    O que acha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, antes de usar a pilula como eram as suas menstruações?

      Eliminar
  2. Oi estava tomando pirula e tava me fazendo mal, parei de tomar depois de quatro dia desceu e no final.mes setembro tbm, fiz sexo preservativo, mas mês de outubro não desceu fiz teste deu negativo mas estou ansiosa pq não desceu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, após parar a pílula pode demorar para descer... é um efeito, pois nosso corpo pode precisar de tempo para repor seu ciclo natural... deve se proteger e aguardar... ando por aqui... :)

      Eliminar

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.