quinta-feira, dezembro 18, 2014

Hirsutismo

Hirsutismo

O hirsutismo caracteriza-se pelo excesso de pelos na mulher, em regiões onde habitualmente a mulher não tem presença. A presença excessiva de pelos surge em partes do corpo onde habitualmente o homem tem pelos, como o lábio superior, queixo, tórax, rosto, abdómen, tronco e coxas.

Causas do hirsutismo

As causas mais comuns para este aumento da pilosidade são as doenças e alterações dos ovários (ovários policísticos ou poliquisticos, doenças das glândulas supra-renais, alguns medicamentos (testosterona, esteroides, danazol e progestagénicos) ou de causa desconhecido.

Sintomas do hirsutismo

Os sintomas mais comuns são a pele oleosa, acne, queda de cabelo, cabelo oleoso, menstruações irregulares e infertilidade (causas de infertilidade).

Tratamento do hirsutismo

A mulher pode tratar o hirsutismo através de alguns medicamentos (contracetivos orais, espironolactona, acetato de ciproterona, flutamida, finasterida, glucocorticóides e metformina), remoção dos pelos em excesso (depilação) ou até através da perda de peso (mulheres obesas).

O tratamento do hirsutismo pode demorar 6 a 9 meses, pois a semi-vida dos folículos pilosos é de 6 meses. O tratamento deve ser acompanhado de avaliação hormonal, hepática e renal. A mulher que pretende engravidar deve suspender os tratamentos. Não suspenda o tratamento sem indicação de seu médico.

Fontes bibliográficas
carlosedgar.com
procuromaissaude.com/pilulaepelos
alert-online.com
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.