segunda-feira, janeiro 11, 2016

Microcefalia e zika vírus

Microcefalia e zika vírus


A microcefalia

A microcefalia é uma malformação congênita, conhecida, que se caracteriza pela não desenvolvimento do cérebro, esta atraso no desenvolvimento cerebral afeta os bebês causando uma diminuição do seu perímetro cefálico à nascença, os bebês nascem com a cabeça pequena (com um perímetro menor que o normal, que mede em média cerca de 32 a 34 cm).
A microcefalia

Causas da microcefalia

As causas podem ser fatores externos ou internos, como substâncias químicas, agentes infecciosos, radiações ou mesmo viroses (vírus).

Complicações da microcefalia

A microcefalia está associada a retardos mentais e atrasos no desenvolvimento cognitivo.

Tratamento da microcefalia

A microcefalia pode ser diagnosticada ainda na barriga da mãe, através de ultrassom ao feto, ou após o nascimento do bebê e de sua avaliação do perímetro cefálico.

A microcefalia não tem tratamento, a criança que com microcefalia pode, através de terapias especificas, melhorar o seu desenvolvimento psicomotor e evitar complicações.

Microcefalia e o zika vírus

Recentemente foi identificado no Brasil, com maior incidência na região do nordeste, uma surto do zika vírus, que é transmitido pelo mosquito vector da dengue, o Aedes aegypti, este vírus é um arbovírus, e apesar de não ser tão virulento como o da dengue, pode causar microcefalia no feto, sendo as grávidas a população mais vulnerável, especialmente nos primeiros 3 meses de gestação, e que preocupa mais as autoridades de saúde.

Fontes bibliográficas

Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.