sexta-feira, junho 12, 2015

Dengue, sintomas e tratamento

Dengue, sintomas e tratamento

A dengue é uma doença causada por um vírus que se caracteriza por um quadro de febre aguda. A dengue é um grave problema de saúde mundial, em especial nas zonas tropicais e subtropicais, estimando-se que afeta anualmente cerca de 60 a 90 milhões de pessoas. A transmissão do vírus causador é feita através de uma mosquito, o mosquito Aedes aegypti.

Mosquito Aedes aegypti - mosquito da dengue
Mosquito Aedes aegypti - mosquito da dengue
Tipos de dengue

Embora existam quatro tipos diferentes de dengue, cada um é causado por um serotipo, nomes do serotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4, todos os tipos de vírus acabam por causar os mesmos sintomas e a pessoa infetada acaba por ganhar imunidade para o serotipo causador.

Sintomas da dengue

A dengue pode ser muitas vezes confundida com uma gripe, pois seus sintomas são muito semelhantes aos de uma quadro de gripe, tem um inicio súbito e podem durar 5 a 7 dias, os sintomas da dengue são febre alta (39º/ 40°C), cansaço, manchas no tronco e membros (tipo manchas de sarampo), dores de cabeça, dores musculares e articulares, tonturas, enjôos, náuseas, vômitos, perda do apetite e dor de barriga (mais comum nas crianças).

A dengue pode evoluir para um quadro de dengue hemorrágica, que é uma quadro de dengue mais complicado e com maiores riscos para sua saúde, os sintomas da dengue hemorrágica são dores de barriga fortes, vômitos persistentes, sangramentos das mucosas, palidez, pele fria, sonolência, febre (menos dias), desidratação, confusão e desorientação, queda da pressão arterial, tonturas e desmaio

Na dengue hemorrágica pode causar um quadro de anêmia, desidratação grave, choque, coma (por causa das hemorragias) ou mesmo morte.

Prevenção da dengue

Como a dengue é uma doença viral é mais difícil desenvolver vacinas e outras formas de prevenção, a forma mais eficaz de prevenção da dengue é no veículo de transmissão, evitando que o mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus, consiga se reproduzir e contagiar o ser humano. A prevenção da dengue tem dois focos, a reprodução do mosquito e a prevenção da picadas.

Para diminuir a reprodução do mosquito é importante evitar o acumulo de água estagnada, por isso de evitar água nos pratos dos vasos, poças, cisternas, garrafas, pneus velhos e outros objectos. Limpar os ralos e esgotos, limpar as calhas e aplicar produtos desinfetantes em lagos, cisternas e piscinas. Não despeje seu lixo em vales ou riachos.

Para diminuir o risco de picada pode usar repelentes, redes ou telas mosquiteiras, use larvicidas e insecticidas (tenha cuidados com as crianças e siga as recomendações da autoridades).

Tratamento da dengue

Um quadro de dengue ligeira a pessoa deve apenas ter algumas medidas de suporte para diminuir a temperatura, melhorar a hidratação e a alimentação, assim pode usar o paracetamol e beber muitos líquidos (sintomas de desidratação). O ácido acetilsalicílico (aspirina), ibuprofeno e outros analgésicos não devem ser usados, pois aumentam o risco de hemorragias. Os quadro mais graves de dengue, dengue hemorrágica, devem ser avaliados e tratados com seguimento médico, por vezes até com internamento hospitalar.

Fontes bibliográficas
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.