-->



Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
O anticoncecional triquilar® é uma pilula triciclica indicada na prevenção da gravidez, constituída pelas seguintes substâncias ativas:

Composição de triquilar® - as substâncias activas são:

Comprimidos castanhos claros/marrom claro (6 comprimidos revestidos castanhos-claros ou marrom): contém 0,05 mg de levonorgestrel e 0,03 mg de etinilestradiol.

Comprimidos brancos (5 comprimidos revestidos brancos): contém 0,075 mg de levonorgestrel e 0,04 mg de etinilestradiol. 

Comprimido ocres (10 comprimidos revestidos de cor ocre: contém 0,125 mg de levonorgestrel e 0,03 mg de etinilestradiol. 

Os outros componentes da pilula triquilar®: lactose monohidratada, amido de milho, povidona 25000, estearato de magnésio, sacarose, povidona 700000, macrogol 6000, glicerol 85%, dióxido de titânio, pigmento de óxido de ferro vermelho, pigmento de óxido de ferro amarelo, carbonato de cálcio, talco, cera montanglicol. 

Como iniciar e tomar o anticoncecional triquilar®

O anticoncecional triquilar® deve ser iniciado pela primeira vez no primeiro dia da menstruação, podendo no entanto ser iniciado entre o 2° e o 5° dia da menstruação. A mulher deve-se proteger com método barreira na primeira semana de uso do anticoncecional triquilar®. 

O anticoncecional triquilar® deve ser tomado todos os dias sensivelmente à mesma hora, o primeiro comprimido deve ser o que está junto da inscrição "COMEÇO", seguindo a direção das setas. Após terminar a cartela a mulher deve fazer uma pausa de 7 dias. 

Alguns efeitos adversos do anticoncecional triquilar® 
  • alterações menstruais 
  • dor nas mamas 
  • dores de cabeça 
  • alterações do humor 
  • náuseas 
  • vómitos
  • corrimento vaginal
  • alterações da libido 
  • alterações da tensão arterial 
  • acne
  • retenção de líquidos 
  • alterações do peso corporal 

Medicamentos que interferem com o anticoncecional triquilar® 
  • primidona 
  • fenitoína 
  • barbitúricos 
  • carbamazepina 
  • oxcarbazepina 
  • topiramato 
  • felbamato 
  • rifampicina 
  • griseofulvina 
  • erva de São João

Fontes bibliográficas
infarmed.pt