-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
Pílula de emergência (pílula do dia seguinte) e os vômitos

A pílula de emergência é um anticoncepcional de segunda linha, de recurso quando nosso anticoncepcional normal tem uma falha, por exemplo quando o preservativo rompe ou temos um esquecimento da pílula.


A pílula de emergência vai perdendo a eficácia com o passar das horas por isso deve ser usada o mais cedo possível após a relação desprotegida.

A pílula de emergência deve ser usada nas 72 horas seguintes após a relação, 3 dias, se for a pílula dos 5 dias, tem mais 2 dias para usar e se proteger.

Se tiver relações após a toma da pílula de emergência tem riscos de gravidez.

Efeitos adversos ou secundários da pílula de emergência

Efeitos secundários ou adversos muito frequentes da pílula de emergência: náuseas, hemorragias irregulares, cansaço, dores de cabeça e dor na região inferior do abdómen.

Efeitos secundários ou adversos frequentes da pílula de emergência: vômitos, alterações na menstruação, seios doridos, tonturas e diarreia.

Efeitos secundários ou adversos muito raros da pílula de emergência: urticária, prurido ou coceira e inchaço ou edema da face.


A pílula de emergência pode perder a sua eficácia se tiver um vômito nas três horas que se seguem à toma do comprimido, se isso acontecer deve tomar outro comprimido para repor a eficácia e proteção.

Não se esqueça que deve manter o uso do seu anticoncepcional, para manter a proteção.

Fontes bibliográficas