Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

yes

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
O abasaglar® é um medicamento que tem na sua composição a insulina glargina, uma insulina basal de acção lenta, que é indicada no tratamento da diabetes em adultos e crianças com mais de dois anos.
Agulhas para canetas de insulina

Posologia recomendada da insulina abasaglar®

A dose e a hora de administração da insulina abasaglar® deve ser definida pelo seu médico, pois cada pessoa tem o seu esquema individual, de acordo com sua alimentação, valores de glicemia, peso, entre outros aspectos. A dose é traduzida em unidades de insulina.

Como se utiliza a insulina abasaglar®

A insulina abasaglar® está disponível em cartuchos ou canetas pré-cheias descartáveis, os locais de administração devem ser a barriga, cochas ou braços, confira a figura.

Onde administrar a insulina abasaglar (insulina glargina)
Onde administrar a insulina abasaglar® (insulina glargina)

Deve alternar os locais de administração e deve administrar as unidades indicadas pelo seu médico desta forma:


Os riscos da insulina abasaglar®

Os principais efeitos da insulina abasaglar® são a hipoglicemia (queda dos valores de glicemia ou açúcar no sangue) e reações no local da injeção como vermelhidão, dor, comichão e inchaço - é muito importante alternar os locais onde administra a insulina.

Interacções medicamentosas com a insulina abasaglar®

Alguns medicamentos e substâncias podem aumentar os riscos de hipoglicemia (redução da glicemia - valores de açúcar no sangue), como os antidiabéticos orais, inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECA's), disopiramida, fibratos, fluoxetina, inibidores da monoaminoxidase (IMAO), pentoxifilina, propoxifeno, salicilatos, pentamidina, antibióticos sulfonamídicos, beta-bloqueadores, clonidina, sais de lítio e bebidas alcoólicas (fonte: ema.europa.eu).

Fontes bibliográficas
ema.europa.eu
infarmed.pt
Comente...

Olá, pode deixar seu comentário... se lembre que a informação neste post é apenas para aumentar seu conhecimento sobre o tema... não deixe de procurar seu médico... muito obrigado... Carlos Edgar