domingo, dezembro 28, 2014

Iodo na gravidez - concepção, gestação, amamentação e o iodo

Iodo na gravidez - concepção, gestação, amamentação e o iodo

Durante a gravidez a mulher tem maiores necessidades nutricionais, devido a estas necessidades aumentadas pode ter alguma carência de nutrientes. Esta carência é mais comum nalguns nutrientes como ferro, iodo ou ácido folico - ver suplementos para a grávida.

O iodo na concepçãogravidez e amamentação

Concepção

A mulher que pretende engravidar pode ter menor fertilidade se tiver falta de alguns oligoelementos, como o iodo - saiba mais sobre as causas da infertilidade.

A suplementação com iodo revela-se importante para a mulher corrigir possíveis deficiências nutritivas, prevenção de defeitos no tubo neural e desenvolvimento neurológico do feto e bebé. Um aporte elevado de iodo durante a gravidez e amamentação, segundo alguns estudos, parece causar aumento da capacidade intelectual das crianças (maior inteligência?).

A suplementação com iodo está mais indicada para as mulheres que residam em regiões com menor consumo de peixe e em mulheres sem alterações na tiroide ou tireoide. A mulher grávida ou a amamentar devia comer 5 refeições de peixe por semana - descubra mais no post Alimentação da mãe durante a amamentação (o que deve comer durante a amamentação)

Quantidades recomendadas de iodo na gravidez

As quantidades recomendas de iodo na gravidez ou amamentação é de 200 a 300 microgramas por dia (um comprimido por dia).

Fontes bibliográficas
dgs.pt
bial.pt
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.