segunda-feira, outubro 17, 2016

Paroxetina

Paroxetina

A paroxetina é um medicamento antidepressivo indicado no tratamento da depressão e/ou perturbações da ansiedade (perturbação obsessivo-compulsiva, crises de pânico, fobias, stresse pós-traumático e ansiedade generalizada.

Como tomar a paroxetina

A dose indicada da paroxetina deve ser indicada por seu médico, as doses recomendadas são (dose inicial/ dose diária recomendada):
  • depressão 20 mg/20 mg
  • perturbação obsessivo-compulsiva 20 mg/40 mg
  • crises de pânico 10 mg/ 40 mg
  • fobias 20 mg/ 20 mg
  • stress póstraumático 20 mg/ 20 mg
  • ansiedade generalizada 20 mg/ 20 mg

Efeitos secundários da paroxetina

Como todos os medicamentos a paroxetina pode causar alguns efeitos secundários, os efeitos secundários podem ser frequentes, pouco frequentes ou raros.

Efeitos secundários frequentes da paroxetina (podem afectar até 1 em cada 10 pessoas): falta de apetite, insónia, sonolência, tonturas, dor de cabeça, agitação, fraqueza, visão turva, boca seca, diarreia, obstipação, aumento de peso, suores e aumento dos níveis de colesterol.

Efeitos secundários pouco frequentes da paroxetina (podem afectar até 1 em cada 100 pessoas): batimento cardíaco acelerado, aumento ou diminuição da pressão arterial, pupilas dilatadas, erupções cutâneas, comichão, sensação de confusão, alucinações, retenção urinária e incontinência urinária.

Efeitos secundários raros da paroxetina (podem afectar até 1 em cada 1000 pessoas): ataques de pânico, sensação de ansiedade, dor nas articulações, dores musculares e síndrome das pernas inquietas.

Fontes bibliográficas
infarmed.pt
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.