sexta-feira, novembro 18, 2016

Riscos das dietas hiperproteicas

Riscos das dietas hiperproteicas

As dietas hiperproteicas estão muito na moda, um dieta hiperproteica tem na sua base um aumento considerável de consumo de alimentos ricos em proteínas, de origem animal ou origem vegetal. Este tipo de dieta ficou muito disseminado pelos atletas e frequentadores de ginásios com o principal objetivo de aumentar sua massa muscular.

Com o tempo tem surgido algum interesse neste tipo de dietas que se têm associado a perdas de peso e regimes menos calóricos. Mas será que este tipo de dietas tem riscos associados? Descubra...

Riscos das dietas hiperproteicas

Riscos das dietas hiperproteicas

O consumo excessivo de proteínas podem desencadear alguns desequilíbrios em nosso organismo, recentemente nas Sessões Científicas da Associação Americana do Coração, cientista da Universidade de Brown (EUA) apresentaram um estudo em que estabeleciam um relação entre as dietas hiperproteicas e o incidência de insuficiência cardíaca na mulher, esta relação era mais evidente se as proteínas consumidas fossem de origem animal.

Os estudos revelam que as dietas hiperproteicas têm riscos aumentados de causar problemas renais, cancro do cólon e recto e insuficiência cardíaca.

Por estes motivos desaconselho este tipo de plano alimentares, sem acompanhamento de seu nutricionista, para evitar riscos futuros, se lembre que duma alimentação saudável devem fazer parte alguns alimentos como fruta, vegetais, peixe, carnes magras, frutos secos, cereais integrais, produtos lácteos pouco gordos, água, entre outros.

Riscos das dietas hiperproteicas

Descubra alguns posts relacionados
Partilhe

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.