10 de abril de 2017

VASPR - Vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola



A vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola é uma vacina conhecida pela sigla VASPR que traduz Vacina do Sarampo, Papeira (caxumba) e Rubéola. Nesta vacina podemos encontrar os vírus destas doenças vivos ou atenuados de forma a estimularem o nosso sistema imunitário para que crie defesas e proteja a pessoas destas doenças.
VASPR - Vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola

Composição da vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola: vírus do sarampo (estirpe viva ou atenuada), vírus da papeira (estirpe viva ou atenuada), vírus da rubéola (estirpe viva ou atenuada), sorbitol, fosfato de sódio, fosfato de potássio, sacarose, gelatina hidrolisada, meio 199 com sais de Hanks, MEM, L-glutamato monossódico, neomicina, vermelho de fenol, bicarbonato de sódio, ácido clorídrico (para ajuste do pH), hidróxido de sódio (para ajuste do pH) e água para preparações injetáveis. Fonte: ema.europa.eu
VASPR - Vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola

Posologia recomendada da vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola

A vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola está incluída nos planos nacionais de vacinação, sendo recomendada entre os 12 e os 15 meses de idade e os 5 e 6 anos de idade, ou seja para que a pessoa ganhe imunidade destas doenças a criança precisa de fazer duas vacinas (duas inoculações).

Os adultos podem também fazer a vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola, embora as mulheres em idade fertil não possam fazer se estiverem grávidas ou pretendam engravidar nos 4 meses seguintes e as pessoas com a imunidade comprometida também não.
VASPR - Vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola

A vacina deve ser administrada no braço, região deltoide, pelo seu enfermeiro ou médico, após a vacinação deve permanecer no posto de saúde para evitar riscos de alergia.

Efeitos adversos ou secundários da vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola

Os efeitos adversos ou secundários da vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola mais frequentes revelados nos ensaios clínicos foral febre elevada (+38°C), dor, inchaço e nodulo no local da injecção. É importante saber se a administração foi via intramuscular ou subcutânea, para saber se os efeitos adversos ou secundários vão surgir mais cedo ou mais tarde.
VASPR - Vacina do sarampo, papeira (caxumba) e rubéola

Descubra alguns posts relacionados

0 Comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por colocar o seu comentário... não revele nenhum dado ou informação confidencial no seu preenchimento.