domingo, maio 10, 2015

Amplium G® creme - indicações

Amplium G® creme - indicações

Amplium G® é um creme vaginal que tem na sua composição cerca de 30 mg de tinidazol e 20 mg de nitrato de miconazol. Outros excipientes: palmitato de isopropila, estearina tripla, dimetilpolisiloxana, metilparabeno, propilparabeno, polawax e essência.

Amplium G® indicações

Devido à sua composição o creme amplium G® tem acção fungicida (miconazol e tinidazol), estando indicado para infeções por fungos como infeções por Trichomonas vaginalis (Tricomoniase vaginal - corrimento vaginal verde), por Candida sp (Candidiase vaginal - corrimento vaginal branco), vulvovaginites micóticas e balanopostites no homem (causadas por Candida sp)

Como aplicar amplium G®

O creme amplium G® deve ser aplicado no local, da infecção, se for na mulher deve ser usado o aplicador fornecido na embalagem, a mulher deve aplicar cerca de 5 gr de creme, ao deitar, durante 14 dias ou duas vezes ao dia durante 7 dias.

No homem o creme deve ser aplicado na glande e prepucio duas vezes ao dia ou até desaparecem os sintomas na sua companheira.

Reações adversas de amplium G®

As reações adversas mais comuns são a coceira, urticaria, nauseas, vomitos, perda de apetite, paladar com sabor metálico e diarreia.

Fontes bibliográficas
farmasa.com.br
Partilhe

4 comentários:

  1. Olá, Carlos! Sei que este não é o assunto deste post, mas como é o mais recente pensei que facilitaria o contato...

    Preciso de uma opinião sua: fiz uso do Yaz por três anos, até que notei que ele diminuía muito minha libido e lubrificação vaginal, fazendo com que a relação sexual fosse difícil e dolorosa. Meu ginecologista na época recomendou que eu trocasse para o Qlaira. A lubrificação e libido se resolveram rapidamente, porém o Qlaira me deixou em depressão. Foi uma época muito difícil, demorei a entender que era por causa do anticoncepcional, pensava em morte diversas vezes ao dia, foi terrível, fiquei traumatizada com a experiência. Minha ansiedade também aumentou muito, eu chegava a ter palpitações e chorava muito, tinha uma sensação de desespero inexplicável. Foi angustiante ao extremo. Perdi completamente o apetite (por comida e pela vida) e parei de comer, perdendo peso muito rapidamente e perdendo minha saúde também. Completei 3 meses de uso de Qlaira e voltei para o Yaz por conta própria por não aguentar mais o estado depressivo em que eu estava. Foi realmente horrível, não aguentaria passar por isso de novo, de verdade. Não gosto de lembrar, só a memória do meu estado na época me abala profundamente. Foi a pior experiência da minha vida.

    Fiz uso do Yaz por mais 6 meses, a depressão e a ansiedade foram sumindo aos poucos ao longo da primeira cartela, consegui recuperar parte do peso que perdi e voltei a me sentir como eu mesma... Porém, os problemas com libido e lubrificação voltaram e, além de ser desconfortável e doloroso, tenho muitas infecções por causa disso. Já fiz 8 tratamentos para candidíase nos últimos 6 meses (2 infecções muito ruins que precisaram de 4 tratamentos ao longo de 40 dias cada). Durante o uso do Qlaira não tive problemas com lubrificação ou infecções de nenhum tipo.

    Minha nova ginecologista está a par da situação e me recomendou o Stezza. Vi que ele tem o mesmo estrogênio que o Qlaira e por isso estou apreensiva em iniciar este novo anticoncepcional por medo de voltar a ter o que tive com o Qlaira, mas ela disse que a principal responsável pela depressão é a progesterona, e que a do Stezza é diferente da do Qlaira. Meu medo é infundado? Posso tomar sem preocupações com depressão? Como disse, não aguentaria passar por aquilo tudo de novo.

    O que o Sr. pensa a respeito dessa situação? Aguardo resposta, muito obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, o stezza é diferente, é mais natural, não lhe posso garantir que vai corre tudo bem, mas como é mais fisiológico tem grandes chances de se dar bem... confie em sua médica e se precisar ando por aqui... :)

      Eliminar
  2. Oi Edgar... A respeito desse creme vaginal,com tinidazol e miconazol, há algum risco desse creme interferir na açao da pilula( mais precisamente belara)?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, não interfere, pode manter e fazer o tratamento... se precisar ando por aqui... :)

      Eliminar

Obrigado por colocar o seu comentário... proteja a sua privacidade.