-->



Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
O risco de tromboembolismo venoso - TEV está aumentado nas mulheres que usam anticoncepcionais hormonais combinados. O risco de tromboembolismo venoso tem como padrão os anticoncepcionais com levonorgestrel.

Adesivo hormonal

Nos dias de hoje sabemos que o risco de tromboembolismo está aumentado no primeiro ano de uso, razão pela qual não sugiro que se faça pausas para descanso, especialmente nas primeira 4 semanas de uso, em mulheres fumadoras, com hipertensão, obesas, com antecedentes familiares, com mais de 35 anos, com enxaqueca, após cirurgias (que necessitam de imobilização prolongada) e outras doenças como: cancro, lúpus eritematoso sistémico, síndrome hemolítica urémica, doença de Crohn, colite ulcerosa, diabetes mellitus, doença cardíaca valvular e fibrilhação auricular.

Risco de trombose (tromboembólico TEV - embolias) dos adesivos hormonais (Evra®, Lisvy® ou Apleek®)

O risco de trombose e embolia associado ao uso do adesivo hormonal está realmente aumentado, é o dobro do risco dos anticoncepcionais com levonorgestrel. O que se traduz na ocorrência de 6 a 12 acidentes tromboembólicos, num ano, em cada 10.000 mulheres que utilizam o adesivo hormonal.

Deve parar de usar o adesivo hormonal?

Não deve parar sem falar com seu médico, que ao lhe sugerir um anticoncepcional hormonal combinado (o adesivo hormonal) avalia os riscos e pondera os benefícios, como estes superam os riscos sugere esse tipo de tratamento (vantagens da pílula anticoncepcional). O importante é mudar seus hábitos para não ter mais riscos de trombose.

Se lembre que o numero de acidentes tromboembólicos previstos é inferior ao número previsto de acidentes em mulheres grávidas (gravidez) e após um parto.

Fontes bibliográficas