-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page


O lepicortinolo é um medicamento corticoide que tem na sua composição a prednisolona, um glucocorticóide derivado da hidrocortisona, que tem propriedades anti-inflamatórias e imunossupressoras.
O lepicortinolo e pílula

O lepicortinolo é usado em muitos estados patológicos, onde é necessário uma componente anti-inflamatórias ou imunossupressoras, como nos seguintes doenças: artrite reumatóide, cardite reumática, granulomatose de Wegner, dermatomiosite, polimiosite, poliartrite nodosa, artrite temporal, episódios agudos de asma, sarcoidose, tuberculose pulmonar, pneumonia por Pneumocistis carinii em doentes com SIDA, fibrose pulmonar, angioedema, hipersensibilidade a fármacos, púrpura trombocitopénia idiopática, anemia hemolítica auto-imune, eritroblastopenias, neoplásias, pênfigos, dermatite herpetiforme, eczema não controlado, sarcoidose cutânea, micose fungóide, lichen planus, entre outras (fonte: infarmed.pt).

O uso de lepicortinolo só deve ser feito após conselho e acompanhamento de seu médico, algumas mulheres que o usam acabam por ter receio que ele corte o efeito da pílula contraceptiva, é isso que vou revelar...

O lepicortinolo e a pílula contraceptiva

Na bula do lepicortinolo estão descritos alguns medicamentos que podem interferir, como o fenobarbital, fenitoína, rifampicina, anticoagulantes cumarínicos e a efedrina. Por outro lado à outros medicamentos que aumento o efeito do lepicortinolo como a eritromicina, contraceptivos orais (pílula contraceptiva) e as quinolonas.
O lepicortinolo e pílula

Apesar de estarem descritas interacções com os contraceptivos... podemos ficar tranquilos ao usar o lepicortinolo, ele não corta a acção da pílula contraceptiva, pode é um aumento do seu efeito em nosso corpo.

Devo lembrar que os medicamentos que podem interferir com a acção da pílula são a carbamazepina, griseofulvina, oxcarbazepina, etosuximida, fenobarbital, fenitoina, primidona, lamotrigine, rifampicina, ritonavir, hipericão e topiramato (doses diárias maiores de 200 mg). Retirei esta informação deste post - O que corta o efeito do anticoncepcional. Depois de conferir não se esqueça de partilhar e comentar este post... obrigado... 😊

Descubra também alguns posts relacionados