-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page


O hirsutismo é um termo utilizado para caracterizar o excesso de pelos e cabelos na mulher. O excesso de pelos e cabelos é associado ao homem (características androgénicas), mas estão presente na maioria das mulheres.

Principais causas para o excesso de pelos
  • fatores genéticos
  • presença de hormonas ou hormonios masculinos
  • ovários poliquisticos ou policísticos
  • alterações na glândula pituitária ou glândulas supra-renais
  • alterações da tireoide

Como tratar o excesso de pelos

Para tratar o excesso de pelos a mulher pode usar diversas abordagens, as físicas e naturais, como os diversos tipos de depilação, ou as químicas como alguns medicamentos, sendo a espironolactona, finasterida e os anticoncecionais os mais comuns.

Espironolactona 
O tratamento com espironolactona pode ser combinado com os anticoncecionais, podendo no entanto aumentar a sensibilidade dos seios e menstruações irregulares.

Finasterida 
A finasterida vai inibir a acção da 5-alfa-redutase, impedindo que a testosterona (hormona masculina) atue com tanta eficácia. A finasterida também está indicada no tratamento da queda do cabelo na mulher.

Anticoncecionais
Os anticoncecionais hormonais combinados, com estrogénios e progesterona na sua composição, tem algum efeito anti androgénico, combatendo desta forma o excesso de pelos (hirsutismo) e a acne. Os anticoncecionais com maior ação anti androgénica são os que têm na sua composição a ciproterona, a dienogeste, cloromadinona e a drospirenona (Melhor pilula para o acne).


Os anticoncecionais com ciproterona apesar de terem ação contracetiva não devem seu usados mais de 6 meses.
A mulher após este período deve mudar para outro tipo de anticoncecional devido aos riscos tromboembolicos.

Fontes bibliográficas
infarmed.pt
nhs.uk
dermnetnz.org