-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page


A lydian® contém na sua composição etinilestradiol 0,035 mg + acetato de ciproterona 2 mg, está indicada na prevenção da gravidez indesejada e no tratamentos dos distúrbios hormonais que causam o acne e o excesso de pelos e cabelos no corpo.

Como tomar lydian®

lydian® deve ser tomado todos os dias, 1 comprimido por dia, sensivelmente à mesma hora, acompanhado com um pouco água ou outro liquido. A mulher deve tomar 1 comprimido por dia durante 21 dias e descansar 7 dias, neste descanso surgirá a hemorragia de privação.

Como iniciar a lydian®

lydian® deve ser iniciado no primeiro dia da hemorragia de privação (menstruação), após a primeira cartela a hemorragia de privação surgirá durante a pausa de 7 dias, normalmente no 2° ou 3° dia.

O tratamento com lydian®

Apesar de proteger contra uma gravidez indesejada, desde que tomado certinha, sem vómitos ou diarreia, a lydian® tem como principal indicação terapêutica o tratamento das características androgénicas na mulher, como os pêlos em excesso, queda do cabelo, pele oleosa ou acne.

A duração do tratamento deverá ser de 4 a 6 meses, mediante a indicação do seu médico. Como tem uma dosagem forte não é recomendada que a mulher a use como método anticoncecional.

Quem não pode fazer tratamento com lydian® (contra-indicações de lydian®)

lydian® está contra-indicado em casos de hipersensibilidade aos seus componentes, gravidez, período de lactação, alterações do fígado, anemia falciforme, cancro da mama, diabetes, alterações do metabolismo dos lípidos, fumadoras, hipertensas e mulheres com doença tromboembolica. 

Medicamentos que interferem com a lydian®

Alguns medicamentos que interferem com lydian®: antibióticos (ampicilina, penicilinas e tetraciclinas), barbitúricos, rifampicina, fenitoína, rifabutina, primidona, fenilbutazona, dexametasona, griseofulvina, topiramato, alguns inibidores da protease, modafinil, ritonavir e chá de hipericão.

Efeitos adversos ou secundários da lydian®

Os efeitos adversos ou secundários mais frequentes da lydian®: dores de cabeça, vomitos, diarreia, náuseas, tensão mamária, variações de peso, alterações da libido e do humor e diminuição da tolerância a lentes de contato (mais raro).

Fontes bibliográficas
infarmed.pt
bulas.med.br