-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page


O implanon® é um anticoncepcional hormonal de longa duração que é colocado debaixo da pele, normalmente num braço e que vai libertando uma quantidade de hormonios para que o corpo da mulher fique com o muco cervical mais espesso evitando a progressão dos espermatozoides e evita que ocorra a ovulação, desta forma este anticoncepcional garante à mulher protecção contra uma gravidez indesejada.

A eficácia do implanon®, quando fica alterada?

O implanon® ao ser colocado inicia logo a libertação hormonal, o fato de continuar a libertar diariamente uma quantidade de hormonios garante uma grande protecção, claro que a sua eficácia pode ser alterada, especialmente com o uso de alguns medicamentos, por ser um método aplicado nos tecidos os vomitos ou diarreias não interferem com a sua eficácia.

O implanon® e os antibióticos


O implanon® pode ver a sua eficácia diminuída quando a mulher usa alguns medicamentos, os estudos revelam que os seguintes medicamentos podem alterar ou diminuir a eficácia do implanon®: antiepiléticos (primidona, carbamazepina, barbitúricos, fenitoína, oxcarbazepina, topiramato e felbamato), antituberculostáticos (rifampicina), infeções de HIV (ritonavir ou nevirapina), modafinil (sono), antibióticos (tetraciclinas, amoxicilina, ampicilina, griseofulvina), produtos à base de erva de S. João (hipericão).


O implanon® pode por isso perder a eficácia quando fazemos certos antibióticos, como: tetraciclinas, amoxicilina, ampicilina e griseofulvina.

Ao fazer um destes medicamentos a mulher deve evitar as relações ou usar um método barreira (preservativo), durante o tratamento e nos 7 dias seguintes.

Fontes bibliográficas