-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page

Pílula progestagénica que atua na inibição da ovulação.

Composição de cerazette®: desogestrel, sílica coloidal anidra, mistura racémica α-tocoferol, amido de milho, povidona, ácido esteárico, hipromelose, macrogol 400, talco, dióxido de titânio (E 171) e lactose monohidratada.

Como tomar a cerazette®: Iniciar ao 21º dia após o nascimento (sugestão mais comum), idealmente deveria ser iniciada após 6 semanas do nascimento - toma diária de 1 comprimido sensivelmente à mesma hora (sem pausas entre as cartelas ou carteiras).

Tomar cerazette® a mais: A toxicidade do desogestrel é baixa. Os estudos demonstraram que em caso de sobredosagem os únicos sintomas que podem ocorrer são náuseas, vómitos e ligeira hemorragia vaginal.

Contraindicações: alterações tromboembólicas (varizes), doença do fígado, gravidez e hemorragia vaginal não diagnosticada. 

Interações com outros medicamentos:
  • hidantoínas
  • barbitúricos
  • primidona
  • carbamazepina
  • rifampicina
  • oxcarbazepina
  • rifabutina
  • griseofulvina
  • hipericão 
Efeitos secundários: dores de cabeça, aumento de peso, mastodinia, náuseas, hemorragias irregulares, falta de menstruação, acne, alterações do humor, diminuição da libido, irritação vaginal, vómitos, perda de cabelo, fadiga, dificuldades em utilizar lentes de contacto, urticária e rash.

A pílula cerazette® não perde eficácia após a paragem da amamentação.

Esquecimento de cerazette®

Se ocorrer um esquecimento inferior a 12 horas a pilula cerazette® não perde eficácia, a mulher deve tomar o comprimido assim que se lembre e manter os seguintes à hora habitual.

Se o esquecimento for superior a 12 horas a eficácia de cerazette® fica comprometida, neste caso a mulher deve tomar o comprimido em atraso, mesmo que tenha que tomar dois juntos, manter os restantes à hora habitual e utilizar preservativo ou evitar as relações nos 7 dias seguintes. 

Pílula cerazette®, pílula sem estrogénios e 28 comprimidos.
Pílula da amamentação, principais perguntas:

Como funciona a pílula de amamentação?
A pílula de amamentação inibe a ovulação, evitando que os óvulos se formem.

Posso tomar a pílula enquanto amamento o meu filho?
Sim se for uma pílula progestágénica, como a pílula de amamentação. Outros contracetivos hormonais progestagénicos (que pode usar durante a amamentação): preservativo, implante contracetivo e DIU hormonal.

Quando devo iniciar a pílula de amamentação?
A pílula de amamentação deve ser iniciada no 21º dia, após o nascimento de bebé, nos primeiros sete dias o casal deve usar proteção adicional se tiver contacto sexual.

Qual é a composição da pílula de amamentação?
A pílula de amamentação é composta por desogestrel (hormona progestagénica), sílica coloidal anidra, mistura racémica a-tocoferol, amido de milho, povidona, ácido esteárico, hipromelose, macrogol 400, talco, dióxido de titânio (E 171) e lactose monohidratada.

Posso fazer a pílula de amamentação se deixar de amamentar?
Sim pode, a pílula de amamentação garante uma contraceção eficaz mesmo que a mulher não esteja a amamentar.

Qual é a diferença entre a pílula de amamentação e as outras?
A principal diferença entre estas duas pílulas é que a pílula de amamentação é composta por um tipo de hormonas e as restantes pílulas são combinadas, têm dois tipos de hormonas femininas.

Posso fazer uma pausa entre as carteiras?
Não, a mulher que faz a pílula de amamentação como método contracetivo deve tomar um comprimido todos os dias, assim que acaba uma carteira deve logo iniciar a outra sem fazer pausas.

Quais são os efeitos secundários da pílula da amamentação?

Alguns efeitos secundários da pílula de amamentação: dores de cabeça, aumento de peso, mastodinia, náuseas, hemorragias irregulares, falta de menstruação, acne, alterações do humor, diminuição da libido, irritação vaginal, vómitos, perda de cabelo, fadiga, dificuldades em utilizar lentes de contacto, urticária e rash.



É normal não ter menstruação quando tomamos a pílula de amamentação?
Sim, como a pílula de amamentação é progestagénica, só tem progesterona, pode causar amenorreia (ausência de menstruação) é um efeito normal dos contracetivos progestagénicos, não fique preocupada.

Na minha primeira gravidez fiz uma pílula que se deixa-se de amamentar teria que deixar de tomar, esta pílula de amamentação é o mesmo?
Não a antiga pílula de amamentação só tinha efeito enquanto a mulher amamenta-se, a pílula atual garante uma contraceção eficaz mesmo que a mulher não amamente.

O aumento de peso é um dos efeitos secundários da pílula de amamentação. A pílula de amamentação cria maior tendência, em algumas mulheres, para aumentar de peso. Esta tendência depende de mulher para mulher, dos estilos de vida, entre outros fatores.

Que medicamentos interferem com a pílula de amamentação?
Os medicamentos que podem interferir com a pílula são os antiepiléticos (primidona, carbamazepina, barbitúricos, fenitoína, oxcarbazepina, topiramato e felbamato), antituberculostáticos (rifampicina), infeções de HIV (ritonavir ou nevirapina), antibióticos (tetraciclinas, ampicilina, griseofulvina, macrólidos), produtos à base de erva de S. João (hipericão).

Qual é o preço da pílula de amamentação?
O preço da pílula de amamentação é de 5 euros.

Caixas e cartelas de cerazette
Caixas e cartelas de cerazette®

Blister ou cartelas de cerazette
Blister ou cartelas de cerazette®
Fontes bibliográficas:
O que perguntamos sobre saude - carlos edgar
Saude 24 horas - carlos edgar