-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
O dispositivo intra uterino (DIU) ou sistema intra uterino (SIU) mirena® é um dispositivo em forma de T indicado na prevenção da gravidez indesejada e menstruação abundante, que se coloca no interior do útero, para mulheres que já tiveram filhos.

A forma de T do dispositivo garante uma adaptação ideal ao interior do útero, no braço lateral do T, o o SIU tem um reservatório hormonal que vai libertando a hormona progestagénica levonorgestrelOutros componentes do mirena®: outros componentes são elastómero de polidimetilsiloxano, sílica coloidal anidra, polietileno, sulfato de bário e óxido de ferro.

Contraindicaçoes

O SIU mirena® está contraindicado nas seguintes situações:

  • Alergia ao levonorgestrel;
  • Suspeita de gravidez;
  • Gravidez;
  • Tumores que estão dependentes de hormonas progestagénicas (cancro da mama);
  • Doença inflamatória da bacia; 
  • Infeção do colo do útero;
  • Outras infeções genitais;
  • Displasia cervical;
  • Cancro ou suspeita de cancro no útero;
  • Hemorragia vaginal sem causa identificada;
  • Presença de fibromas ou miomas uterinos;
  • Doenças do fígado.


Como utilizar o mirena®

SIU mirena® deve ser colocado no interior do útero pelo seu médico, durante a menstruação.

Como é colocado o SIU mirena®

O mirena® deve ser colocado no inicio do período menstrual, nos primeiros dois a três dias da menstruação.

Após um parto:

Deve ser colocado após 6 semanas do parto, para permitir que o útero tenha o tamanho normal. O SIU mirena® pode ser usado pela mulher que amamenta.

Após um aborto:

Deve ser colocado nos 3 meses seguintes ao aborto, desde a que a mulher não tenha infeções genitais.
O SIU mirena® é colocado com auxilio de uma cânula fina flexível (acesso ao colo do útero através do espéculo colocado na vagina).

Controlo após a colocação

Após a colocação a mulher deve fazer uma consulta controlo para verificar se o SIU mirena® está bem colocado, cortar os pequenos fios do SIU e eventualmente fazer ecografica ginecológica (não é obrigatório a sua realização).

A mulher pode retomar a sua vida sexual após 24 horas da colocação, desde que tenha sido colocado nos primeiros dias da menstruação


Quando deve consultar o seu médico após a colocação:
    • não sentir os fios na sua vagina; 
    • sentir a parte inferior do dispositivo; 
    • pensar que poderá estar grávida; 
    • tiver dor abdominal persistente;
    • ter febre;
    • ter corrimento vaginal anormal;
    • se o seu parceiro sentir dor ou desconforto durante a relação sexual;
    • se tiver dores de cabeça intensas, problemas súbitos de visão, pele ficar amarela ou a tensão arterial elevada.
Próximas mudanças

O SIU mirena® deve ser mudado de 5 em 5 anos (7 anos). Para mudar basta, durante a menstruação, proceder à remoção de um SIU e introduzir o novo SIU mirena®.

O SIU mirena® e os outros medicamentos

Alguns medicamentos podem interferir com o mirena®, tais como: fenobarbital, fenitoína, carbamazepina, rifampicina, rifabutina, neviparina ou efavirenz.

Livro de registos do mirena.
Livro de registo que deve guardar.

DIU Mirena
DIU Mirena®
Os efeitos secundários do mirena®

Efeitos secundários muito frequentes

Hemorragia uterina ou vaginal, spotting, períodos pouco frequentes (oligomenorreia), ausência de hemorragia (amenorreia) e quistos ováricos benignos.

Efeitos secundários frequentes

Acne, perturbações do foro psiquiátrico, dor de cabeça, dor de costas, náuseas, dores abdominais, depressão, nervosismo, corrimento vaginal, aumento de peso, dor nas mamas, vaginites, menstruação dolorosa (dismenorreia) e redução da libido.

Efeitos secundários pouco frequentes 

Distensão abdominal, excesso de pelos no corpo (hirsutismo), perda de cabelo, comichão ou coceira vulvar, eczema, manchas castanha e amarelas na pele, inflamação do colo do útero e inchaço do útero.

Efeitos secundários raros

Rash, urticária e perfuração uterina.

Complicações e riscos do mirena®

Menstruações irregulares

Devido à sua composição hormonal (levonorgestrel) o mirena® diminui o fluxo menstrual e pode dar menstruações irregulares. A maioria das mulheres nos 3 primeiros meses deixa de ter menstruações abundantes.

Expulsão do dispositivo
A expulsão do dispositivo é rara, mas pode ocorrer devido às contrações do útero durante a menstruação, se notar dor ou aumento do fluxo menstrual deve falar com o seu médico.

Infeções ou alergias
O risco de infeções ou alergias ao cobre estão aumentadas, especialmente no primeiro mês após a introdução do dispositivo.

Perfuração do útero
Pode ocorrer raramente, durante a introdução do dispositivo.

Gravidez extrauterina
O risco de ter uma gravidez com o mirena® é muito baixo, a maioria das gravidezes que ocorrem com o mirena® são extrauterinas, pois a cavidade uterina está ocupada pelo dispositivo. Deve recorrer ao seu médico se tiver sintomas de gravidez ou dor no baixo ventre. Consulte o artigo Sinais e sintomas de gravidez.

Debilidade
Algumas mulheres sentem alguma debilidade ou fraqueza na meia hora seguinte à colocação do dispositivo. Após este período acabam por recuperar, é um resposta normal do organismo.

Folículos aumentados
Nalgumas mulheres há rutura dos folículos do ovário, devido às hormonas do mirena®, facto que pode levar a dores pélvicas e durante a relação. Se tiver estes sintomas deve falar com o seu médico.

SIU ou DIU hormonal
SIU ou DIU hormonal

Fontes bibliográficas
infarmed.pt
wired.com
carlosedgar.com