-->



Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page


Usou a pílula do dia seguinte? Participe no meu novo estudo e me ajude a melhorar os posts... participe aqui...

A pílula do dia seguinte é uma solução de recurso que devemos usar numa segunda fase após falha do nosso método anticoncepcional, como é uma solução de recurso deve ser usada para evitar riscos de gravidez, nas horas seguintes à relação.

Esta utilização que falei é o ideal e é a que está aconselhada, a pílula do dia seguinte é um anticoncepcional de emergência indicado quando temos uma relação de risco e nosso método anticoncepcional falhou (por exemplo rompimento do preservativo, esquecimento, diarreia ou vômitos após tomar a sua pílula). Claro que também está indicada quando temos uma relação sem proteção, mas pelos maiores riscos de falha e gravidez deve sempre se proteger com anticoncepcional.
Engravidar com a pílula do dia seguinte

Engravidar com a pílula do dia seguinte

Após a relação tem 3 a 5 dias para fazer a pílula do dia seguinte e se proteger de uma gravidez, estas duas opções revelam dois tipos diferentes de pílula do dia seguinte, a pílulas com levonorgestrel e a pílula com acetato de ulipristal.


Pílulas com levonorgestrel
A pílula do dia seguinte com levonorgestrel deve ser feita até 72 horas após a relação desprotegida, sendo indicado que a faça o mais cedo possível, pois sua eficácia é maior nas primeiras 24 horas, após a relação. As pílulas com levonorgestrel podem ser usadas durante a amamentação.

Pílula com acetato de ulipristal

A pílula do dia seguinte com acetato de ulipristal deve ser feita até 5 dias depois da relação. Sua eficácia é maior se a mulher estiver no seu período fertil.

Algumas mulheres acabam por referir que usaram a pílula do dia seguinte, mas acabaram por engravidar, mas será que a pílula do dia seguinte é menos eficaz nalgumas mulheres?

A minha experiência e contacto com todas vos levou-me a reunir os principais motivos que estão por trás desta "falha" da pílula do dia seguinte, descubra-os:

1) A mulher que não usa anticoncepcional

A mulher que não usa anticoncepcional nas relações tem mais riscos de gravidez, mesmo usando a pílula do dia seguinte.

2) A mulher vomitou ou teve diarreia após tomar a pílula

A mulher que tome a pílula do dia seguinte se tiver diarreia (fezes liquidas) ou vómitos nas 3 a 4 horas seguintes à toma do comprimido tem mais riscos de falha da pílula do dia seguinte, nesta situação deve fazer outra pílula do dia seguinte.
Engravidar com a pílula do dia seguinte

3) A mulher usou alguns medicamentos que interferem

Alguns medicamentos pode interferem com a eficácia da pílula do dia seguinte tais como ritonavir, fenitoina,carbamazepina, fenobarbital (barbitúricos), primidona, topiramato, oxcarbazepina, rifampicina, e hipericão.

4) A mulher fez a pílula muitas horas depois da relação

A pílula do dia seguinte (levonorgestrel) tem menor eficácia se for usada no 2° ou 3° dia após a relação (descubra mais sobre a eficácia da pílula do dia seguinte).

5) A mulher estava no seu período fertil

Se a mulher tiver no período fertil a pílula do dia seguinte (levonorgestrel) pode ter menor eficácia, descubra mais neste post - Que pílula do dia seguinte devo usar durante meu período fertil?.
Engravidar com a pílula do dia seguinte

6) A mulher teve relações após tomar a pílula

Se teve relações após tomar a pílula do dia seguinte, não vai estar protegida, pois a pílula do dia seguinte só protege das relações anteriores à toma da pílula do dia seguinte.

Descubra alguns posts relacionados